Teste Teste Teste

Homenagem ao Dia das Mães 2015

Trabalhando pela nossa Comunidade

Passeio Parque da Jaqueira

com Welligton Silva

Sabrina Rocha Tv Globo

Entrevista com Wellington Silva

Reunião COMAD 2015

Trabalhando pela nossa Comunidade

quarta-feira, 27 de maio de 2015

DENIS SERA VICE DE BRUNO NAS ELEIÇÕES DE 2016

nesse dia 26 houve uma reunião entre Denis, bruno pereira e Everaldo Cabral, e já esta 90 % acertado que bruno sera o candidato a prefeito e Denis sera o vice, e a briga sera acirrada em 2016.


VEREADOR DENIS ALVES OFICIALIZA OPOSIÇÃO E LANÇA O "OPOSITÔMETRO"

Até então em posição indefinida, o vereador Denis Alves finalmente se posiciona e lança o projeto "Estou com Denis". 

"O Único Vereador de oposição na Câmara Municipal Denis Alves, dará start ao seu novo projeto oposicionista a Gestão do Prefeito Etorre Labanca. O Intuito do Vereador é cobrar providências aos grandes problemas que São Lourenço vivencia. Segundo o vereador fará uma oposição coerente, respeitando os principios da moralidade e da ética parlamentar, e que a cima de tudo estará ao lado do povo de São Lourenço da Mata."


Fonte: TV Damata

Campeã Brasileira de jiu-jitsu tem bolsa esporte cortada pelo prefeito Ettore Labanca.



Segundo informações do Atletas SLM o casal Emanuel Bruguelo e Andreza Muniz, campeões de Jiu-jitsu e representantes de São Lourenço da Mata em competições nacionais de destaque tiveram o incentivo municipal denominado por "bolsa atleta" cortado por não apoiarem o pré-candidato a prefeito Gino Albanez.

10 mil se inscreveram no primeiro dia de registro do Enem

Inscrições vão até 5 de junho. Taxa é de R$ 63


As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começaram nesta segunda-feira (25), e 410 mil pessoas se inscreveram para o teste até as 19h, segundo informações do Ministério da Educação (MEC). O prazo continua aberto até 5 de junho pelo site

Os impactos da crise dos recursos hídricos foram debatidos

26052015_residuos-pequeno
Os impactos da crise dos Recursos Hídricos nos Municípios brasileiros foram abordados na tarde desta terça-feira, 26 de maio. Prefeitos e demais gestores municipais participaram de Arena Técnica, atividade prevista na programação da XVIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. “A seca é um problema antigo da região Nordeste, mas agora começa a impactar também o Sudeste”, destacou a apresentação. Além disso, a equipe técnica da Confederação esclareceu que a crise ocorre tanto pela falta de chuva, quanto pelo excesso dela. 
 
Dentre os principais impactos foram destacados, pelo excesso de chuva: danos ambientais, materiais e principalmente humano. No caso da escassez, os principais afetados são a agricultura e os moradores das regiões afetadas. Ainda segundo a apresentação, nos últimos dez anos, pelo menos R$ 6 bilhões foram gastos em resposta a desastres – ações emergências.  No entanto, ações de prevenção carecem de investimento. “Mais de 20 mil decretos de anormalidade fora registrados. E 68% deles foram por falta de água”, sinalizou a apresentação da Confederação Nacional de Municípios (CNM). 
Os prefeitos e gestores municipais também receberam informações sobre o reflexo da crise no Agronegócio. Dados de levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foram usados para mostra que quanto menor a colheita, menor a arrecadação e a circulação de verba. Só em 2013, segundo o estudo, a safra teve queda de 3,6 milhões e toneladas. O milho e a soja foram os grãos que mais contribuíram para esse número. 
A importância da gestão ambiental para conter as ocorrências dos fenômenos naturais também fez parte do debate. “Quanto maior a degradação ambiental, menor os recursos hídricos”, mostrou a equipe técnica da CNM. Números da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também foram usados para mostrar essa realidade. O 
Ag. LAR/CNM
estudo indica que 98% dos Municípios com mais de 500 mil habitantes sofreram com enchentes e alagamentos, em 2013. 
Ao lançar para o plenário o questionamento sobre o serviço de Saneamento Básico, o prefeito de Cidade Luz (MG), Aiton Duarte, contou que 100% de seu Município conta o serviço e rede de esgoto. Em entrevista a Agência de Notícias CNM, o prefeito reforçou que a prefeitura conseguiu recursos federais para desenvolver o projeto. “A gente fez o tratamento da cidade para 30 anos, e está em pleno funcionamento”. Segundo ele, o Município nunca viveu a crise hídrica de falta de água em seu Município, mas ano passado a seca chegou a alguns distritos. “Se não tivessemos o apoio de três carros pipa, a população teria ficado sem água”, contou Duarte. 
Fonte : CNM.

Deputados rejeitam sistema distrital misto

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, por 369 votos a 99 e 2 abstenções, a emenda do deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) à PEC da reforma política (182/07) que propunha o sistema distrital misto.
Segundo a emenda, cada estado e o Distrito Federal seriam divididos em uma quantidade de distritos igual à metade das cadeiras a que cada bancada tem direito na Câmara dos Deputados.
Cada eleitor disporia de dois votos. Um poderia ser dado a candidatos distritais e outro a uma lista fechada do partido para todo o estado. Assim, metade da bancada de um estado seria eleita segundo os mais votados no sistema distrital e a outra metade pela lista.
Os partidos não poderiam ser excluídos pelo chamado quociente de votação, um cálculo que, no sistema atual, impede o preenchimento de vagas por partidos que não tenham obtido um mínimo de votos.
A emenda previa ainda que a lista dos partidos deveria ter alternância de gêneros, com um mínimo de 20% e um máximo de 80% de cada sexo.
Sistema semelhante
Em 2007, na votação do Projeto de Lei 1210/07, a Câmara rejeitou emenda semelhante a esta, proposta pelo DEM, PMDB, PT e PCdoB. Ela foi apoiada por 203 parlamentares e rejeitada por 240 deputados. Essa emenda propunha um sistema híbrido em que metade das vagas a que um partido teria direito no sistema proporcional ficaria com os candidatos mais votados individualmente pelo eleitor e outra metade obedeceria à ordem de uma lista partidária.
 
Distritão
Está em análise, no momento, o sistema eleitoral distrital, segundo o texto do relator da PEC, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Nesse modelo, conhecido como “distritão”, os deputados e vereadores serão eleitos apenas segundo a quantidade de votos recebidos. Assim, apenas os candidatos mais votados são eleitos.
 
Fonte : Câmara dos deputados .

Metroviários prometem paralisar atividades nesta sexta-feira

Dos quase 2mil funcionários da CBTU em Pernambuco, aproximadamente 50 compareceram ao encontro

Os metroviários do Estado prometem cruzar os braços durante 24 horas nesta sexta-feira (29). A paralisação deve começar à 0h da sexta e terminar às 5h do sábado (30). A categoria aderiu ao Dia Nacional de Paralisação e Manifestações, convocado por várias centrais sindicais. De acordo com a assessoria da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CTTU), a empresa ainda não foi notificada oficialmente a respeito da interrupção dos serviços. Segundo a CBTU, a diretoria da empresa vai tentar minimizar os transtornos causados à população e pretende montar um esquema alternativo para não prejudicar os usuários. Além disso, a Companhia afirma que irá tomar medidas administrativas e judiciais estabelecidas.
A decisão sobre a paralisação foi aprovada durante Assembleia Geral da categoria, realizada na noite desta terça-feira (26) na Estação Central do Metrô, no bairro de São José, Área Central do Recife. Dos quase 2mil funcionários da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em Pernambuco, aproximadamente 50 compareceram ao encontro. Com o objetivo de mobilizar um maior número de trabalhadores, o Sindicato dos Metroviários (Sindmetro-PE) convoca mais uma Assembleia nesta quinta-feira (28), às 18h, no mesmo local.
“A mobilização visa combater o pacote de ataques contra a classe trabalhadora”, afirmou o diretor de administração e finanças do Sindicato, Lenival Oliveira. Os trabalhadores vão protestar contra a Lei das Terceirizações e as Medidas Provisórias da Presidência da República de números 664 e 665, que modificam os direitos a seguro desemprego, auxílio doença, pensões, entre outros pontos. O ato é convocado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas), Intersindical, Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Nova Central e outras organizações.
Fonte : Folha de PE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...