Teste Teste Teste

Titulo de Cidadão

Trabalhando pela nossa Comunidade

Cruzada Evangélica

com Welligton Silva

Festa da Mães

Trabalhando pela nossa Comunidade

Amigos

Trabalhando pela nossa Comunidade

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Privatizações darão nova perspectiva ao país


O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou a privatização de algumas estatais que estariam trazendo prejuízo ao país, dentre elas os Correios. O anúncio ocorrido após a aprovação da Reforma da Previdência pela Câmara dos Deputados foi bem recebido pelo mercado, uma vez que o governo federal aponta para uma agenda desestatizante.

A sinalização do governo coloca um freio numa política macroeconômica que trouxe bastante prejuízo aos cofres públicos, cuja conta até hoje é paga pelos brasileiros. E retoma uma medida que foi bem-sucedida na década de 90, quando houve a privatização de estatais que traziam prejuízo como Vale do Rio Doce, Companhia Siderúrgica Nacional, Embraer e a mais emblemática de todas que foi a venda das teles, que permitiu ao país a universalização da telefonia fixa e móvel, mais do que isso a ampliação de um serviço de maior qualidade de internet para os brasileiros.

Há várias correntes sobre a economia, uns defendem uma política estatizante, outros uma privatizante, mas a segunda possibilita aos serviços essenciais uma perspectiva de maior eficiência e de resultados para o consumidor. A privatização dos Correios, por exemplo, resolverá um gargalo que é o serviço postal, que há anos não funciona bem, seguindo exemplo de outros países que permitiram competitividade para empresas que atuam no setor.

Se continuar com as diretrizes macroeconômicas que estão sendo colocadas, o governo Jair Bolsonaro terá condições efetivas de restaurar a economia e devolver parte dos empregos devastados pela crise que assolou o Brasil nos últimos anos.

Palestra – O prefeito Geraldo Julio irá ministrar palestra na Semana do Clima da América Latina e Caribe (LACCW), em Salvador. O evento, organizado pela Organização das Nações Unidas (ONU), é um preparatório para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2019, a COP 25, que acontecerá no Chile. O gestor municipal, que também é presidente para a América do Sul da rede de governos locais pela sustentabilidade ligada à ONU – ICLEI – vai falar para governantes de todo o mundo sobre como as cidades podem atuar como elo de apoio à implementação de compromissos nacionais, além das iniciativas que colocaram o Recife em destaque no enfrentamento das questões climáticas.

Salgueiro – O governador Paulo Câmara comanda, nesta sexta-feira, o último dia da segunda rodada do Programa Todos por Pernambuco, no município de Salgueiro, Sertão Central. A ação acontece a cada quatro anos, com visitas às 12 regiões de desenvolvimento do Estado, buscando aproximar os cidadãos das decisões administrativas. Ainda em Salgueiro, Paulo Câmara visita as obras de implantação e pavimentação da PE-460, no trecho que vai da BR-116 até o entroncamento com a estrada de acesso ao distrito de Conceição das Crioulas.

Livro – O deputado federal Luciano Bivar (PSL) lançará no Recife, no dia 5 de setembro, o seu mais novo livro “50 formas de amar. Uma é matar”. O evento será realizado no Arcádia de Boa Viagem, às 18h30, com uma sessão de autógrafos. O romance foi lançado em forma física no início de julho, em São Paulo, pela Editora Althaea Books, e já está disponível no formato digital também nos Estados Unidos e nas bancas das principais livrarias de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

Emendas – O deputado Romero Sales Filho (PTB) cobrou celeridade quanto à execução das emendas parlamentares.  “Não podemos ficar à mercê das definições políticas feitas pela Casa Civil. Desde 2014 a execução dessas despesas tornou-se obrigatória na Constituição de Pernambuco, mas o que assistimos é o completo desrespeito à Lei”, enfatizou o deputado.

RÁPIDAS

Cristiano Bassan – Jornalista muito conceituado na cidade de Vitória de Santo Antão, Cristiano Bassan poderá ser candidato a vereador nas eleições de 2020. Ele é apresentador de programas de rádio e TV na cidade e se destaca como uma figura respeitada pelos vitorienses.
Tucanos – A presidente do PSDB em Pernambuco, deputada Alessandra Vieira, comandou reunião na sede do partido na capital pernambucana para tratar sobre providências que estão sendo encaminhadas dentro do partido para as convenções municipais que devem acontecer até outubro.

Inocente quer saber – Como será a eleição para prefeito de Ipojuca em 2020?

Fonte : Blog Edmar Lyra.

Banco e ex-presidente da Petrobras são alvos de nova operação da Lava Jato

Investigação apura possíveis ilícitos envolvendo a venda de ativos da Petrobras ao BTG

Foto: Evaristo Sa/AFP
JC Online

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (23) a 64ª fase da Operação Lava Jato, que tem como alvos a ex-presidente da Petrobras Graça Foster, o empresário André Esteves e o banco BTG Pactual. As informações são do portal G1.

Segundo a PF, 12 mandados de busca e apreensão são cumpridos no Rio de Janeiro e em São Paulo. A corporação explica ainda que a investigação apura fatos de diferentes inquéritos e foi impulsionada pelo acordo de colaboração premiada do ex-ministro Antonio Palocci.

Nesta etapa a PF busca identificar os beneficiários da planilha “Programa Especial Italiano”, gerida pelo setor de propinas da Odebrecht, como eram feitas as entregas de valores ilícitos a autoridades.

Uma das linhas da investigação apura possíveis ilícitos envolvendo a venda de ativos na África, pela Petrobras, ao BTG, possível causa do prejuízo de R$ 6 bilhões aos cofres públicos.

O preço dos ativos tinha sido avaliado entre US$ 5,6 bilhões e US$ 8,4 bilhões no início do processo de vendas. No entanto, em 2013, 50% dos ativos foram vendidos por US$ 1,5 bilhão, número considerado desproporcional pela força-tarefa da Lava Jato.

Investigações
Além disso, as buscas ainda apontam outros indícios de irregularidades, como possível restrição de concorrência a fim de favorecer o BTG, e acesso do banco a informações sigilosas.

A fase ainda apura informações fornecidas por Antonio Palocci em delação premiada, de que André Esteves, no fim da campanha eleitoral de 2010, acertou o repasse de R$ 15 milhões para garantir privilégios ao BTG no projeto de sondas do pré-sal da Petrobras com o ex-ministro Guido Mantega.

Fonte: JC.

Governo estuda enviar Exército para combater queimadas na Amazônia

Foto: Marcos Corrêa/PR
Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta sexta-feira (23) que estuda enviar o Exército para combater as queimadas na Amazônia por meio de uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Segundo ele, a decisão será tomada ainda nesta manhã. “É uma tendência [determinar uma GLO]. A tendência é essa, a gente fecha agora de manhã”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada.

De acordo com Bolsonaro, nesta sexta (23) houve uma reunião para tratar do assunto. “O que tiver ao nosso alcance nós faremos. O problema é recurso”, ressaltou.

Em despacho publicado ontem em edição extra do Diário Oficial da União, o presidente determina que todos os ministérios, de acordo com suas competências, adotem “medidas necessárias ao levantamento e combate a focos de incêndio na região da Amazônia Legal para a preservação e a defesa da Floresta Amazônica, patrimônio nacional”.

Realizadas exclusivamente por ordem expressa da Presidência da República, as missões de GLO ocorrem nos casos em que há o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública. Nessas ações, as Forças Armadas agem por tempo limitado, com o objetivo de preservar a ordem pública, a integridade da população e garantir o funcionamento regular das instituições.

Fonte: Blog de Jamildo.

Bruno não impede insucesso de Doria

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Não foi propriamente surpresa para o ex-deputado Bruno Araújo o primeiro revés sofrido no PSDB, ora sob seu comando, pelo governador de São Paulo, João Doria, após apossar-se do controle nacional do partido. Doria defenestrou sem pena o ex-governador Geraldo Alckmin do comando da legenda, após traí-lo vergonhosamente na eleição do ano passado, e em seguida pôs o ex-deputado pernambucano em seu lugar com um propósito específico: preparar a expulsão do deputado Aécio Neves em nome de uma “faxina ética” que pretende levar a cabo com vistas à sucessão de Bolsonaro. Araújo cumpriu o papel que lhe cabia, convocando a executiva nacional para deliberar sobre duas representações de tucanos paulistas pela expulsão do político mineiro. O que deve tê-lo surpreendido foi o placar desfavorável ao governador, ou seja, dos 38 membros da alta cúpula, 30 se opuseram à entrega de Aécio ao Conselho de Ética, 4 foram a favor e 1 se absteve. A decisão foi a mais correta, pois o neto de Tancredo Neves não tem condenação criminal em nenhuma instância. Expulsá-lo só porque virou réu num processo em São Paulo implicaria expulsar também os ex-governadores Beto Richa e Marconi Perillo, o senador José Serra e o ex-ministro Aloysio Nunes.

Elogio ao titular       

Da vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) ao representar Paulo Câmara num encontro de governadores do Nordeste, em Teresina: “Eu sempre digo que ser bom, no bom, é fácil. Difícil é ser bom no ruim. Ele (Paulo) conseguiu fazer isso”. Na véspera, o governador foi atacado na Alepe por não estar executando as emendas parlamentares.

Vítima do jogo

É voz corrente na Alepe que a relação entre Paulo Câmara e o chefe da Casa Civil, Nilton Mota, já não é a mesma de antigamente e que o secretário estaria esperando a “hora oportuna” para cair fora. Mota abdicou da reeleição em 2018 para coordenar a campanha do governador e agora está prestes a ser mais uma vítima do jogo político.

Vai pra casa!

Deputados governistas também dizem que a luta do prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), para afastar o fazendário Roberto Tavares da presidência da Compesa teve início em 2018. Ao longo da batalha eles tiveram várias discussões, algumas pelo telefone. Ao final, o prefeito teve o apoio do governador para mandar seu desafeto embora.

Núcleo restrito

Sob a presidência da deputada Alessandra Vieira, o PSDB realizou ontem sua 1ª reunião a fim de prepará-lo para as eleições de 2020. O núcleo decisório é restrito: os prefeitos Raquel Lyra (Caruaru), Joaquim Neto (Gravatá), Romero Leal (Vertentes) e Joãozinho Tenório (São Joaquim do Monte), além do vereador André Régis (Recife).

Passo lento

Paulo Câmara vai aproveitar sua passagem hoje (23) por Salgueiro, para abrir o seminário “Todos por Pernambucano”, a fim de visitar a obra de pavimentação da rodovia que liga a BR-116 ao distrito de Conceição das Crioulas. Esta obra está no “Caminhos de Pernambuco”, que à falta de recursos caminha a passo de cágado. 

Humilhação ao vivo

Bolsonaro não perde oportunidade para humilhar seu ministro da Justiça, Sérgio Moro, que, como ele próprio diz, não tem mais a toga nem a caneta para condenar ninguém. O presidente disse ontem que quem manda na Polícia Federal é ele, e não o ministro, que deve estar profundamente arrependido por ter pedido demissão do cargo de juiz.

Bom projeto

Em linha oposta à de associações de magistrados, procuradores, promotores e delegados da Polícia Federal, o Conselho Federal da OAB elogiou, por meio de nota, o projeto da nova Lei de Abuso de Autoridade. Diz que o projeto é “equilibrado” e que em hipótese nenhuma compromete a independência da magistratura ou do Ministério Público.

Fonte :Blog de Inaldo Sampaio.

Anatel adia decisão sobre aprovação da fusão da Warner com a AT&T

Diretor deve se posicionar em 5 de setembro
ITACI BATISTA/AGÊNCIA ESTADO

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) adiou a decisão sobre a compra da Warner Media pela AT&T no Brasil. O conselheiro Moisés Moreira pediu vista do processo. Em tese, o diretor deve trazer sua posição na reunião de 5 de setembro. Mas a prorrogação pode durar até 120 dias.

O caso ganhou notoriedade pelo lobby de Eduardo Bolsonaro - filho do presidente e “candidato” a embaixador nos EUA — pela aprovação do acordo. No Brasil, a lei não permite que uma operadora também seja dona de canais que produzem conteúdos, como ocorre neste caso. A AT&T é sócia da Sky no Brasil, enquanto a Warner é proprietária de canais como HBO, CNN e TNT.

Fonte: por Agência Estado.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Jarbas avisou a Trad que não vota a favor de Eduardo

Jarbas Vasconcelos reúne grupo de senadores em jantarFoto: Divulgação

Ao presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelsinho Trad, o senador Jarbas Vasconcelos já sinalizou que o deputado Eduardo Bolsonaro não deverá contar com seu voto. Trad informou ao emedebista que estava sugerindo a Eduardo visitar todos os gabinetes dos senadores em busca de votos. Jarbas, então, devolveu que eventual movimento desse se daria por “conta e risco dele”. O ex-governador avisou que, se Eduardo fosse em busca do voto dele, iria ouvir o que ele já vem declarando de público; que é nepotismo. O referido diálogo de Jarbas e Nelsinho Trad se deu na casa do emedebista em Brasília, onde ele comandou um jantar na última segunda-feira, reunindo um grupo de senadores. Além de Trad, Jarbas recebeu o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o líder do MDB, Eduardo Braga, o líder do governo, Fernando Bezerra Coelho, o relator da Reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati, além de José Serra. Na pauta: reforma da previdência, reforma tributária, as ultimas declarações do presidente Bolsonaro e a indicação do filho dele, Eduardo Bolsonaro, para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Eduardo passará por sabatina na Comissão de Relações Exteriores do Senado e, depois, haverá votação no plenário da Casa. Ainda ontem, o presidente Jair Bolsonaro chegou a dizer que não submeteria seu filho a um fracasso e que “tudo pode acontecer”, deixando no ar que, a depender da expectativa de votos, poderia repensar a indicação. “Eu não quero submeter o meu filho a um fracasso. Eu acho que ele tem competência… Tudo pode acontecer”, disse Bolsonaro, após rejeitar tese de que a indicação configuraria nepotismo. Também ontem, o próprio Eduardo Bolsonaro negou que houvesse hipótese de retirada da indicação.“Não existe essa hipótese, não foi cogitada", assinalou Eduardo. A conferir.


Marília, Carreras e André na fila
Coincidência ou não, os deputados federais André Ferreira e Felipe Carreras seguiram juntos no voo para Brasília ontem. Chegaram a postar foto na rede social. Quem também estava ao lado dos dois, na mesma fila, foi a deputada federal Marília Arraes. Os três têm nomes ventilados para concorrer à Prefeitura do Recife. Marília e André estão na oposição. Carreras ainda não resolveu a vida no PSB.

A bordo > No mesmo voo de Marília, Carreras e André, seguiam ainda, sentados mais atrás, o governador Paulo Câmara, o prefeito Geraldo Julio, além do deputado federal Raul Henry.

No STF > Paulo Câmara seguiu para Brasília, porque tinha audiência no STF sobre recursos referentes ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef).

Natural > Ontem, o líder da oposição na Câmara de Vereadores do Recife, Renato Antunes, em entrevista à Rádio Folha 96,7 FM, definiu André Ferreira como "nome natural" para concorrer à PCR. Por mais de uma vez, Renato repisou o nome de André como possibilidade.

Capital > Na eleição para federal, André Ferreira obteve 46.800 no Recife. Na corrida para estadual, teve 40 mil na Capital, para vereador, foi duas vezes o mais votado, com 15.117 (2008) e 15.774 (2012). No grupo dos Ferreira, que inclui nomes do PL e do PSC, o nome dele passa a ser citado como principal alternativa, caso decidam lançar candidatura.

Agradou > A iniciativa do deputado estadual Lucas Ramos de descentralizar a relatoria da Lei de Diretrizes Orçamentárias agradou os parlamentares. José Queiroz e Romário Dias destacaram que o socialista qualificou o debate ao permitir que todos os membros da Comissão de Finanças pudessem emitir relatórios parciais da LDO 2020.

Fonte : Folha de PE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...