Teste Teste Teste

Hernanes faz visita no bairro da Várzea Fria

Trabalhando pela nossa Comunidade

Time Amigos da Várzea Fria 2014

Tec. Wellington Silva

Passeio Parque da Jaqueira

com Welligton Silva

Sabrina Rocha Tv Globo

Entrevista com Wellington Silva

Reunião COMAD 2015

Trabalhando pela nossa Comunidade

sábado, 25 de abril de 2015

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Feirão Caixa da Casa Própria ofertará mais de 20,5 mil imóveis a partir desta sexta-feira

O 11º Feirão Caixa da Casa Própria começa nesta sexta-feira (24), no Centro de Convenções, em Olinda. O evento conta com mais de 20.513 imóveis, novos ou usados, que estarão em oferta até domingo (26). Considerado o maior do ramo imobiliário, o feirão acontece também em outras 13 cidades do País, de abril a junho.
Nesta edição, o foco será o financiamento de habitação popular do Programa Minha Casa, Minha Vida e das demais operações com recursos do FGTS, cujo teto máximo é de R$ 170 mil no Recife. “Os visitantes têm acesso, num só local, aos principais lançamentos e a diversos imóveis, novos ou usados, disponíveis na Região Metropolitana do Recife, e ainda podem contar com as condições facilitadas”, diz o superintendente regional da Caixa, Paulo Nery.
Na capital pernambucana, o feirão contará com mais de 100 parceiros. São mais de 54 construtoras e cerca de 40 correspondentes imobiliários da Caixa, além de cinco imobiliárias, que ocuparão os estandes do evento. Mais de 7.471 empreendimentos novos, mais de 11.402 imóveis novos e 1.640 imóveis usados serão ofertados.
Atendimento
Para requerer o crédito para casa própria, basta levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. Os interessados também podem obter informações em todas as agências da Caixa ou pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (0800 726 0101), disponível 24 horas, inclusive nos finais de semana.
  • SERVIÇO
  •  
  • 11º Feirão Caixa da Casa Própria
  •  
  • Local: Centro de Convenções de Pernambuco – Salgadinho – Olinda (PE)
  • Dias 24 e 25/04 (sexta e sábado): das 10h às 20h; 26/04 (domingo): das 10h às 18h

Celpe divulga orientações sobre como economizar na conta de luz

Um dia após a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) anunciar que teve a autorização de reajustar o valor da conta de luz, a concessionária divulgou, nesta quinta-feira (23), várias dicas para ajudar a economizar, adotando novos hábitos de evitando o desperdício. O objetivo da Celpe é o de orientar sobre o que pode ser feito para obter o melhor desempenho dos equipamentos.
Segundo a companhia, os aparelhos que mais consomem energia nas residências são os de refrigeração, como no caso de geladeiras e ar-condicionados; e os de aquecimento, como no exemplo de chuveiro elétrico e ferro de passar roupa. A orientação é de que é preciso evitar que esses equipamentos fiquem muito tempo ligados. Uma das dicas é ajustar o condicionador de ar para temperatura confortável (cerca de 23° C). A utilização do timer (temporizador) para evitar o funcionamento desnecessário do condicionador de ar ajuda na economia.
Após a refrigeração do cômodo, o usuário pode recorrer a ventiladores para manter o clima agradável. Uma dica importante é promover com regularidade a manutenção e a limpeza desses equipamentos. Além de higiênica, a medida contribui para um desempenho mais econômico já que a sujeira acumulada no filtro dificulta a troca de calor e passagem do ar, exigindo mais potência e, consequentemente, maior consumo de energia.
Em relação às geladeiras, a Celpe esclarece que, quando em mau funcionamento, essas chegam a representar 30% do consumo em uma residência. Para evitar desperdício de energia, freezers e geladeiras devem ser instalados em locais ventilados, longe de qualquer fonte de calor e com espaço mínimo de 15 centímetros de paredes e armários. Outra orientação é observar periodicamente a borracha de vedação que, uma vez ressecada, é causa de um dos maiores desperdícios de energia.
No caso do chuveiro elétrico, o recomendável é colocá-lo sempre na posição verão. Quanto mais baixa a temperatura da água, menor o consumo de energia. Os fornos e os ferros elétricos somente devem ser usados quando necessário. É importante otimizar seus funcionamentos para aproveitar o calor, evitando desligar e reaquecer o equipamento com frequência.
Estar atento para o uso de itens como churrasqueiras elétricas e grills. Mesmo eventual, a ligação desses equipamentos deve ser avaliada. A melhor opção é substituir os itens elétricos por modelos a carvão ou a gás. O uso de aparelhos de som em alto volume, nem como de ventiladores na velocidade máxima, resulta também em maior gasto de energia.
Na questão da iluminação, a Celpe observa que as lâmpadas de LED tem ainda melhor desempenho do que as fluorescente normais e economizam cerca de 80% de energia elétrica com maior durabilidade. Um ambiente pintado em cores claras e que fique com as janelas abertas o maior tempo possível também contribui para a eficientização do consumo de energia.
    Para obter um consumo racional de energia e assegurar contas livres de inconvenientes, a Celpe aconselha o consumidor a ter atenção no momento da compra de eletrodomésticos. É importante optar por produtos que apresentam o Selo Procel – que indicam os aparelhos mais eficientes e que consomem menos energia.
    Celpe


    Comentários

    No Agreste, abastecimento de água muda em 14 municípios para preservar barragem

    Sistema Jucazinho está com 7,8% de sua capacidade
    A partir do dia 1º de maio, o calendário de abastecimento de água em 14 municípios atendidos pelo Sistema Jucazinho ficará mais rigoroso. O motivo é a falta de chuvas e as previsões de índices abaixo da média no Agreste nos próximos meses. O objetivo é tentar preservar a barragem, que está em 7,8% de sua capacidade, o que corresponde a 25 milhões de metros cúbicos. Há um ano, esse quantitativo era de 30%, equivalente a 100 milhões de m³.

    Em Caruaru, haverá um cronograma específico. Haverá abastecimento por três dias e outros quatro de interrupção em 40% da cidade. Já em 60%, o atendimento ocorrerá da maneira oposta. O calendário mais rigoroso ocorrerá em Santa Cruz do Capibaribe, que terá 28 dias sem água e apenas dois com o fornecimento. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) afirma que realizará um estudo para readequar o abastecimento na localidade, podendo fazer com que ocorra em um intervalo entre dez e 15 dias.
    “Estamos mudando o calendário de abastecimento com o objetivo de preservar o manancial, evitando que entre em colapso”, explicou o presidente da Compesa, Roberto Tavares, acrescentando que a medida deve ficar em vigor, no mínimo, pelos próximos quatro meses.
    Adutora
    A Compesa também precisa concluir a Adutora do Agreste, que deve garantir o abastecimento pelos próximos 30 anos. Segundo a direção da companhia, a obra está em ritmo lento pela ausência de um cronograma de desembolso financeiro por parte do Governo Federal. Até o momento, já foram implantados 250 quilômetros na primeira etapa, e aplicados R$ 450 milhões de um total de R$ 1,3 bilhão.
    Confira o calendário:
    - Caruaru (40% da cidade): 3 dias com água e 4 dias sem água
    - Caruaru (60% da cidade): 4 dias com água e 3 dias sem água
    - Riacho das Almas: 3 dias com água e 4 dias sem água
    - Bezerros: 2 dias com água e 10 dias sem água
    - Gravatá: 2 dias com água e 8 dias sem água
    - Cumaru: 2 dias com água e 3 dias sem água
    - Passira: 4 dias com água e 3 dias sem água
    - Surubim: 2 dias com água e 6 dias sem água
    - Casinhas: 3 dias com água e 6 dias sem água
    - Vertente do Lério: 3 dias com água e 6 dias sem água
    - Santa Maria do Cambucá: 3 dias com água e 6 dias sem água
    - Frei Miguelinho: 3 dias com água e 6 dias sem água
    - Vertentes: 3 dias com água e 6 dias sem água
    - Toritama: 2 dias com água e 12 dias sem água
    - Santa Cruz do Capibaribe: 2 dias com água e 28 dias sem água

    CCJ do Senado aprova voto distrital nas eleições para vereadores

    Texto vai à Câmara e, para valer em 2016, votação deve terminar até outubro. Sistema distrital divide cidade em partes e elege o mais votado em cada uma.




    Lucas SalomãoDo G1, em Brasília
    A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (22) projeto de lei que institui o voto distrital para vereadores em cidades com mais de 200 mil eleitores.

    Sintepe negocia, mas quer fim das demissões

    Cerca de 600 professores da Região Metropolitana e Zona da Mata, mobilizados pelo Sintepe, fizeram, há pouco, em Timbaúba, onde acontece o Todos por Pernambuco, um protesto contra o endurecimento do Governo diante da greve decretada pela categoria.
    Com faixas, carro de som e vestidos de vermelho, os manifestantes bloquearam a estrada que passa em frente a Escola Técnica Estadual de Timbaúba, forçando o governador a sair do local em direção ao município de Aliança pelos fundos do prédio. O presidente do Sintepe, Fernando Melo, informou que recebeu dois representantes do Governo para reabrir o dialogo.
    O governador tem dito que só reabre o dialogo com os professores com o encerramento da greve, conforme reafirmou na entrevista que deu logo após a abertura do seminário. Já o Sintepe quer que o Governo reveja sua decisão de radicalizar o enfrentamento com o afastamento de diretores que exercem cargos de confiança, de professores de escolas em regime especial, além da imposição de faltas e ameaças de demissões. “Nós estamos abertos ao dialogo, mas o Governo tem que acabar com a repressão e com as intimidações”, afirmou o presidente do Sintepe.

    Agência CNM A Confederação Nacional de Municípios (CNM) faz um alerta: desde janeiro deste ano, os entes municipais não recebem o crédito referente a compensação da desoneração do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (ICMS), incidente em produtos destinados à exportação. Enquanto aguardam este repasse, a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) explica que o atraso ocorreu por causa da demora na aprovação e sanção da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2015. Esta lei foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), desta quarta-feira, 22 de abril. Com a LOA sancionada, os Municípios receberão o repasse nos próximos dias, inclusive dos meses atrasados, informa a CNM. As prefeituras têm a receber R$ 128,9 milhões, referentes aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril deste ano. O repasse está previsto na Lei Kandir 87/1996. Fonte : CNM.

    Agência CNM
    A Confederação Nacional de Municípios (CNM) faz um alerta: desde janeiro deste ano, os entes municipais não recebem o crédito referente a compensação da desoneração do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (ICMS), incidente em produtos destinados à exportação.
     
    Enquanto aguardam este repasse, a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) explica que o atraso ocorreu por causa da demora na aprovação e sanção da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2015. Esta lei foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), desta quarta-feira, 22 de abril.
    Com a LOA sancionada, os Municípios receberão o repasse nos próximos dias, inclusive dos meses atrasados, informa a CNM. As prefeituras têm a receber R$ 128,9 milhões, referentes aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril deste ano. O repasse está previsto na Lei Kandir 87/1996.
    Fonte : CNM.

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...