.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Tadeu Alencar condena aprovação do relatório de Bonifácio de Andrada


Deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE)Foto: Chico Ferreira/PSB Nacional
Em missão oficial à China e, por isso, sem puder participar da sessão da Comissão de Constituição e Justiça que aprovou o relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PMDB-MG), o deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE) disse ser "uma vergonha" o fato de o relator "não só procure desqualificar a denúncia como faz um ataque, ao mesmo tempo, ao Judiciário, ao Ministério Público e à Polícia Federal". 

Em nota, ele também destacou o papel do PSB, que votou fechado contra o parecer.

"Parabenizo o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, e os deputados federais Danilo Cabral, Gonzaga Patriota, Hugo Leal, e Julio Delgado, que disseram NÃO ao relatório", disse o parlamentar.

Leia a íntegra da nota:

"Li atentamente todo o relatório do deputado federal Bonifácio de Andrada (PSDB/MG) e encontrei nele uma defesa frágil das graves denúncias que pesam sobre o Presidente Michel Temer e sobre os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha.

Lamento profundamente que a Comissão de Constituição e Justiça tenha aprovado uma peça que claramente não faz um juízo isento sobre algo tão relevante. Nitidamente, este é um relatório de ocasião, que não podemos respeitar. É uma vergonha que o relator não só procure desqualificar a denúncia como faz um ataque, ao mesmo tempo, ao Judiciário, ao Ministério Público e à Polícia Federal.

O PSB mostrou, mais uma vez, que tem responsabilidades com o País, com os votos de seus quatro parlamentares contra a aprovação deste relatório. Parabenizo o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, e os deputados federais Danilo Cabral, Gonzaga Patriota, Hugo Leal, e Julio Delgado, que disseram NÃO ao relatório. No plenário, manterei minha posição e votarei pela abertura de investigação contra o Presidente Temer."

Fonte : Blog da Folha de PE.