Teste Teste Teste

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Odacy diz que candidatura do PT não pode ser 'aventura


Odacy Amorim concedeu entrevista à Rádio Folha 96,7 FMFoto: Mandy Oliver/Folha de Pernambuco
Após a vereadora do Recife, Marília Arraes, colocar que Lula a telefonou para incentivar sua candidatura a governadora do estado, no ano que vem, o deputado estadual Odacy Amorim afirmou que também recebeu o incentivo do ex-presidente para viabilizar sua postulação majoritária. Ao se referir diretamente ao nome da correligionária, o parlamentar disse o povo de Pernambuco quer renovação, mas com alguém que tenha “experiência”.

Depois de Marília iniciar sua movimentação para viabilizar sua postulação, Odacy anunciou que também pretende ser pré-candidato a governador pelo PT. Na visão do deputado, seu projeto tem mais condições de avançar, pois ele já teria “passado por todos os estágios”. “Tenho 26 anos de vida pública. Entrei com 17 anos na política, em uma associação”, destacou, em entrevista à Rádio Folha 96,7 FM.

“O povo de Pernambuco quer renovação. Mas na hora do debate, o povo vai querer uma renovação com experiência. Não acredito que o povo de Pernambuco queira aventura”, opinou Odacy. Questionado se o comentário serviria, neste caso, para o caso de Marília, ele afirmou que se refere, neste caso, “a qualquer pessoa”. “A administração de um estado não é brincadeira não. É muito sério”, acrescentou.

“No meu caso, se tivesse sido governador quando era vereador tinha dado problema, porque eu não tinha uma visão de mundo. Cada espaço que vamos fazendo é um estágio que você vai construindo. É preciso ter sustentação (...) Respeito Marília, é minha amiga e não tenho nada aqui para jogar pedra. Agora acho que precisamos discutir um projeto de fato dos grandes debates de Pernambuco”, ressaltou.

Lula
De acordo com o parlamentar, sua candidatura também vem sendo estimulada por Lula. “Quando ele soube da minha decisão, mandou dizer que eu mantivesse (o projeto). Ele jantou na minha casa em junho do ano passado e fez um ato comigo de anúncio de minha candidatura a prefeito de Petrolina, no ano passado. Saiu de lá quase de meia noite. Agora na caminhada dele em Pernambuco acompanhei ele até a divisa com o Piauí”, lembrou o petista, que fará uma teleconferência com a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, nesta quarta-feira (20), para “discutir a questão política”.

Fonte :Blog da Folha de PE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...