Teste Teste Teste

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

MPPE apura denúncia no gabinete de Guilherme Uchoa

Presidente da Alepe, Guilherme Uchoa (PDT) nomeou comissionada em 31 de agosto de 2015
Foto: Alepe

Luisa Farias

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) instaurou um Procedimento Preparatório para apurar denúncia de existência de uma "funcionária fantasma" na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Comissionada, a servidora em questão seria assistente parlamentar lotada no gabinete do deputado Guilherme Uchoa (PDT), presidente da casa. A acusação foi enviada diretamente à Central de Denúncias do MPPE.

A 26ª promotoria de Defesa de Justiça da Capital determinou à secretaria a expedição de ofício à Alepe e ao presidente Guilherme Uchoa notificando o fato e solicitando o prazo de dez dias úteis para que ele preste esclarecimentos. Ele deverá informar se a servidora compõe o quadro, a natureza do vínculo e sua lotação.

Já a secretaria tem o prazo de noventa dias para apurar as informações e concluir o procedimento, que pode ser prorrogado por mais noventa, uma única vez, por motivo justificado.

PROMOTORA NÃO COMENTA

Procurada pela reportagem, a assessoria do Ministério Público informou que a promotora de justiça responsável pelo procedimento, Luciana Maciel Dantas Figueiredo, não vai comentar sobre o caso, já que a portaria publicada no Diário Oficial apenas abre o procedimento preparatório, que se encontra em fase inicial.

O JC tentou, sem sucesso, localizar o deputado Guilherme Uchoa através do celular e do telefone residencial, durante toda a tarde desta sexta-feira (30). A reportagem também tentou procurar a assessoria da Assembleia Legislativa de Pernambuco, mas não conseguiu retorno.


Fonte: http://jconline.ne10.uol.com.br/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...