Teste Teste Teste

quinta-feira, 8 de março de 2018

“Bruno Pereira é perseguidor e incompetente” diz Gabriel Neto


O vice-prefeito de São Lourenço da Mata, Gabriel Neto, partiu para o ataque nesta quarta-feira (07), contra seu ex aliado e atual prefeito do município, Bruno Pereira (PTB).
Em nota de resposta as acusações feitas pelo petebista, de que Gabriel teria realizado contratações irregulares no período em que esteve comandando o município, o vice-prefeito afirmou com veemência que o atual gestor age com “perseguição e incompetência”.
Gabriel Neto  reafirma ainda que seu ex aliado, “não pagou os funcionários demitidos por falta de compromisso com o povo” e completa dizendo que “todas as contratações foram feitas legalmente, inclusive consertando erros cometidos por Bruno Pereira antes do seu afastamento”.

Confira a nota na íntegra:

“ Durante o período em que estive no comando da Prefeitura de São Lourenço da Mata, busquei zelar o erário público, bem como corrigir os incontáveis erros cometidos pelo prefeito investigado, Bruno Pereira (PTB). Em virtude das demissões em massa feitas pelo gestor, e o não pagamento dos salários aos trabalhadores demitidos, é preciso esclarecer alguns pontos:

I - Assumimos o município em 27 de setembro de 2017 com uma alta folha de contratados, porém sem nenhum tipo de contrato físico. A prática do prefeito afastado, era acrescentar o nome do servidor na folha, sem nenhum tipo de controle.

II - Busquei de forma imediata, reduzir a folha salarial e fazer o contrato formal com esses servidores, com duração de três meses, período que compreendia até o dia 31 de dezembro de 2017. Em janeiro deste ano, iniciamos o processo de renovação desses contratos por mais seis meses. Porém, com o retorno repentino do prefeito investigado ao exercício do cargo, alguns servidores ainda estavam em processo de assinatura dos mesmos.

III - Assinamos no momento do exercício do cargo de prefeito, o Termo de Ajuste de Conduta (TAC), juntamente com o MPPE, autorizando o concurso público para Guarda Municipal, que seria realizado no mês de junho de 2018. O que possibilitaria a implantação da municipalização do trânsito, algo desejado por toda sociedade são-lourencese.
Iniciamos também, o processo de seleção simplificada para a contratação de quase 500 professores para a Rede Municipal de Ensino, o que iria diminuir as indicações políticas para os cargos públicos - prática corriqueira na cidade. Esta seleção foi irresponsavelmente cancelada pelo atual gestor na momento de sua recondução ao cargo.

IV - O prefeito investigado, Bruno Pereira, desconhece fielmente o funcionalismo da cidade que ele foi eleito para gerir. Tanto é, que não tínhamos a quantidade de GM que ele afirmou ter nos quadros do funcionalismo público. Provando mais uma vez, o seu desconhecimento e sua incompetência de governar a cidade.

V - Todos as nossas contratações foram feitas de forma legal e responsável. Inclusive procurando consertar os erros encontrados, tais como: funcionários fantasmas, gratificações exorbitantes e indícios de nepotismo por parte do prefeito Bruno.

VI - É inaceitável o modo com que o Sr. Bruno Pereira vem gerindo São Lourenço da Mata. As práticas perseguidoras e sua falta de compromisso com a cidade, me fizeram, ainda nos primeiros dias de mandato, romper politicamente com meu ex aliado. Graças a sua prática de perseguidor, vários pais e mães de família estão passando por tormentas.

Finalizo reafirmando o meu repúdio e a minha indignação com o estado de penúria em que São Lourenço da Mata se encontra atualmente. A justiça precisa ser feita e as práticas errôneas cometidas pelo prefeito, Bruno Pereira, precisam ser punidas na forma da lei. “

Atenciosamente,

Gabriel Neto
Vice-prefeito de São Lourenço da Mata/ PE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...