Teste Teste Teste

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Governo Trump calcula ter separado 2.654 crianças imigrantes de seus pais

Presidente dos EUA, Donald Trump
Presidente dos EUA, Donald TrumpFoto: Nicholas Kamm / AFP
Em um novo relatório apresentado à Justiça nesta quinta-feira (19), o governo dos Estados Unidos informou que pelo menos 2.654 crianças imigrantes foram separadas dos pais ao cruzarem ilegalmente a fronteira do país.

Foi uma consequência da política de tolerância zero do presidente Donald Trump, adotada a partir de abril e que passou a denunciar criminalmente todos os imigrantes pela travessia ilegal. Os pais eram encaminhados a presídios federais, e os filhos, a abrigos mantidos pelo governo.

Leia também:
EUA voltam atrás e usarão tornozeleiras para liberar famílias de imigrantes
EUA deportaram 12 pais imigrantes sem os filhos, que seguem em abrigos

Os números foram apresentados pelo Departamento de Justiçaao juiz Dana Sabraw, que ordenou a reunião das famílias até a semana que vem, dia 26.

O governo já havia identificado 103 crianças com menos de cinco anos, que estavam em abrigos mantidos pelo governo. Agora, afirmou ter registro de 2.551 menores que têm entre 5 e 17 anos.

No total, são 2.654 crianças recolhidas em instituições para menores. Dessas, cerca de 420 haviam sido reunidas aos pais até a meia-noite desta quarta (18).

gestão de Trump trabalha para reunificar pelo menos mais 1.600 crianças até o prazo final da semana que vem. Outras famílias ainda precisam passar por entrevistas e checagem de antecedentes criminais antes de receberem o aval para a reunificação.

Dessa vez, o governo dos EUA não informou quantos pais foram deportados ao país de origem sem os filhos.

A lista também não detalha de quais nacionalidades são as crianças. Segundo o Itamaraty, cerca de 40 brasileiros permanecem em abrigos, separados dos pais. O governo trabalha para reunir as crianças o mais rápido possível.
Fonte: Folha Pe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...