Teste Teste Teste

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Frente popular anuncia chapa majoritária, com Paulo Câmara e Luciana Santos


Sem surpresa, a Frente Popular anunciou, neste domingo (05), a chapa majoritária, encabeçada pelo governador Paulo Câmara (PSB), com a deputada federal Luciana Santos (PCdoB), na vice, e o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) e o senador Humberto Costa (PT) nas vagas ao Senado. A convenção estadual do PSB ocorre no Clube Internacional do Recife.

A coligação é formada por PSB, PT, MDB, PCdoB, PSD, PR, PP, Solidariedade, PPL, PMN, Patriotas e PRP. O grupo ainda tentar segurar o PROS e PDT, que estão tentando articular uma terceira via.

Apesar do PSB ter anunciado neste domingo (05), durante sua convenção nacional, que se manterá neutro e não irá apoiar nenhuma candidatura específica à presidência da República, Humberto Costa declarou que o integrantes da chapa estão “unidos em prol da candidatura de Lula”. “Decidimos ficar com a esquerda, com a unidade das forças populares, unidos com Pernambuco e Brasil”, disse ele. “A luta continua e a Frente Popular tem a reintegração do PT”.

Humberto Costa afirmou que o momento que Pernambuco mais cresceu foi com a parceria entre o ex-governador Eduardo Campos e o presidente Lula, e que Paulo Câmara sofreu discriminação do governo Temer. “Em Brasília, jamais faltei a um chamamento seu. Juntos, vamos construir um governo ainda melhor”, declarou.

O petista acrescentou que muitos questionam como “pessoas diferentes” (Jarbas e ele) possam estar juntos. “Estamos juntos por Pernambuco e pelo Brasil”, finalizou. "Estamos aqui para dizer que é fundamental reunir as forças de todas as tendências para fazer Paulo vitorioso", afirmou por sua vez Jarbas Vasconcelos.

Luciana Santos disse em seu discurso que "a parceria entre Eduardo Campos e o presidente Lula foi o tempo em que Pernambuco mudou a sua matriz econômica, e trouxe a Refinaria Abreu e Lima, a Hemobras e muitas outras obras importantes para o Estado". "Apesar da perseguição de que você, Paulo, foi vítima, você está aqui governador, lutando por Pernambuco. Queriam tirar a refinaria, a Hemobras e privatizar a Chesf. Mas você lutou", destacou ela.

O primeiro-secretário nacional do PSB e prefeito do Recife, Geraldo Julio, não veio à Convenção Estadual, porque foi à Convenção Nacional do partido, em Brasília, que consolidou a neutralidade da legenda na disputa presidencial. Isso, inclusive, foi parte do acordo entre PT e PSB.

Após o encerramento da convenção estadual, o governador Paulo Câmara afirmou que ainda tenta manter o PROS e o PDT na Frente Popular. Os dois partidos estão articulando uma terceira via, junto com Avante, PRB e Rede.

"Quando eu vim para cá, eles ainda estavam debatendo. Estamos tentando conversar. Se estivermos com eles, ótimo, mas, se não conseguirmos, vamos para a disputa", declarou.

O bloco tenta articular uma alternativa à retirada de candidatura da vereadora Marília Arraes (PT) ao governo. A chapa deve ser encabeçada pelo ex-deputado Maurício Rands (PROS). O anúncio deve ocorrer ainda na tarde deste domingo.

Fonte: Folha de Pernambuco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...