Teste Teste Teste

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Novo caso de automutilação associado ao desafio da Boneca Momo é registrado em PE

Boneca Momo propõe desafios perigosos a crianças e adolescentes
Boneca Momo propõe desafios perigosos a crianças e adolescentesFoto: Divulgação
Um caso de automutilação de uma adolescente de 13 anos que pode estar associado ao desafio da Boneca Momo é investigado pela Polícia Civil de Pernambuco. A vítima, que mora com a avó no bairro de Curcurana, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), apresentou mudanças comportamentais na última semana. 

A avó desconfiou que havia algo errado e falou com a mãe da menina. Ao checar o telefone celular da garota, a genitora descobriu que ela trocava mensagens no Facebook com um perfil que usava a imagem da Boneca Momo e ordenava que a adolescente cortasse o pulso. 

A mulher bloqueou o contato na rede social da filha e, ao confrontá-la, percebeu que ela tinha um ferimento superficial pulso. "Ela disse que foi ameaçada e que se não fizesse esse desafio, essa pessoa viria me matar, matar o pai e pegar ela na escola", disse.
Leia também:
Desafio da 'Boneca Momo' ameaça jovens em mensagens no WhatsApp
Deep Web: a terra de ninguém da internet


comportamento da menina nos últimos sete dias, quase sempre trancada no quarto, gerou estranheza e a avó emitiu um sinal de alerta. "A minha mãe não sabe mexer e pediu para que eu olhasse o celular dela. Não consegui ver todas as mensagens, porque é realmente algo que assusta", explicou a mãe da vítima, que não será identificada para preservar a identidade da criança, como indica o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A família buscou ajuda em um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e, em conversa com uma especialista, a menina confirmou que participou do desafio. Mãe e filha foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) de Jaboatão, onde foram ouvidas pela delegada Vilaneida Aguiar, que investiga o caso. O celular foi recolhido e será analisado por peritos do Instituto de Criminalística (IC).
Fonte: Folha Pe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...