Teste Teste Teste

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Prioridades e estratégias para o Enem

Enem
EnemFoto: Bruno Campos/Arquivo Folha
Enfrentar uma maratona de provas de mais de cinco horas não é uma tarefa fácil. Nada mais natural que os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018) relatem, entre outras dúvidas, como driblar a insegurança para não perder o foco nas questões.
Para este terceiro dia da série sobre as principais dúvidas dos feras, a Folha de Pernambuco esteve na Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Sizenando Silveira, localizada no bairro de Santo Amaro, área central do Recife.
Os alunos do 3º ano relataram dúvidas sobre a forma de preencher o gabarito, quais conteúdos devem ser priorizados nos últimos dias e qual a melhor forma de fazer uma prova tranquila. Quem tiver outras dúvidas sobre o Enem, poderá enviá-las para o e-mail: cotidiano@folhape.com.br. Vamos selecionar algumas questões para publicarmos nos próximos dias, com as respectivas respostas.
Quais conteúdos devemos priorizar nesta última semana para as questões de Geografia?
Maria Rosa de Novaes Menezes, 17 anos, ainda não escolheu o curso
Leitura de mapas é um ponto bastante interessante. Em um mapa de clima é preciso identificar quais são os tipos de clima em cada região, por exemplo. Outras questões importantes são as leituras das tabelas e dos gráficos. No mais, é revisar os conteúdos da parte de Humanas, como a cultura dos ciclos econômicos no Brasil. Relembrar que abordamos o Estado de Pernambuco como exemplo dentro de um contexto maior, como a demografia. E focar também na parte física: rochas e minerais, relevo.
Cada estudante tem uma estratégia para otimizar o tempo para realizar as provas com mais tranquilidade. No primeiro dia, pretendo fazer o rascunho da redação, depois ir para as questões objetivas e, depois, voltar para o tema da redação. Há outros caminhos?
Isabella Letícia Araújo, 18 anos, quer cursar Direito.
É muito interessante você ir logo para a Redação, já que a cabeça está mais “fresca” e as ideias poderão ir fluindo com mais facilidade. Já no dia da prova de Exatas, depois da leitura geral, seria interessante focar nas questões mais fáceis e, no final, resolver as de nível mais difícil. Até por uma questão de tempo. Os alunos geralmente reclamam quando estamos em sala de aula pressionando sobre o tempo para resolver os problemas e fazer a redação, mas é uma forma de preparar para o que vem pela frente.
O que o vestibulando deve fazer para controlar a ansiedade na véspera do Enem? 
Ellen Raissa Pessoa da Silva Oliveira, 16 anos, quer cursar Direito
Não adianta um dia antes estar revisando conteúdo. A preparação do Enem começa no 1º ano do ensino médio. É preciso levar a sério o exame desde os primeiros momentos, porque ele requer conteúdos aprendidos nos três anos desse período. Então, na véspera, o recomendado é tentar relaxar e evitar atividades que exijam do físico e provoque ansiedade. O tempo de prova é muito grande e o candidato precisa estar bem. Além disso, é bom manter-se organizado, deixar todo material que será levado para o dia da prova separado
Qual a forma ideal de marcar o gabarito, para não correr o risco de sinalizar uma resposta errada?
Isabella Letícia Araújo, 18 anos.
O ideal é marcar o gabarito primeiro a lápis, depois fazer uma releitura das respostas e com a certeza de que escolheu as alternativas corretas, marcar o gabarito com caneta. Às vezes o aluno vai marcando, mas se pular uma, termina se perdendo nas questões e sinaliza a resposta errada. Ter calma é fundamental. Claro que cada estudante pode ficar bem à vontade para decidir a ordem de preenchimento, mas sempre recomendo fazer isso no final para evitar confusão.
Confesso que estou bastante insegura para o segundo domingo de provas. Qual seria a melhor estratégia para driblar o nervosismo e fazer uma prova de Exatas mais tranquila?
Ikaelly Samara Moraes de Souza, 17 anos, quer cursar Fisioterapia.
A matemática no segundo dia, ela é a base para as questões de Química, Física e Biologia. Ela será necessária para chegar a uma resposta dentro dessas áreas também. Os assuntos estão sempre interligados. Por isso, o ideal é começar por matemática, porque você pode, nas outras disciplinas, encontrar fórmulas que vão lhe ajudar a solucionar o problema. Não adianta perder muito tempo em perguntas que forem consideradas difíceis, pula para a próxima e depois retorna para elas no final. “Probabilidade” é um assunto de matemática, mas que aparece na parte de “genética”, que é biologia, por exemplo. Alguns conceitos de matemática também são usados em física. 
FONTE: FOLHA PE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...