Teste Teste Teste

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Desejo de mudança toma município da Região Metropolitana


Sexto município mais populoso da Região Metropolitana, Camaragibe tem vivenciado dias tristes. A sensação de quem vive ou passa por lá é de que a cidade experimenta um momento de repleto abandono pelo Poder Público Municipal.

Com sérios problemas na mobilidade, deficiência na coleta de lixo e uma assistência de saúde deixa a desejar, Camaragibe tem desperdiçado um grande potencial de ser tornar uma cidade com uma economia pujante e futuro promissor. Para completar o pacote de adversidades, a prefeitura tem atrasado o salários dos servidores, algo que não acontecia há anos. Tudo isso fruto de uma gestão que tem a frente Demóstenes Meira, gestor que tem imprimido uma marca de desorganização e incompetência.

Conhecido por ter um perfil marcado por uma conduta política de truculência, algo que tem afastado quaisquer resquícios de simpatia por parte daqueles que esperam do gestor um mínimo de equilíbrio, Meira tem amargado índices indigestos de reprovação. Prova disto foram o resultado pífio dos seus deputados Aluisio Lessa (estadual) e Marinaldo Rosendo (federal) nas urnas de Camaragibe.

Fora os problemas que a cidade vivência, conta ainda contra o gestor uma série de polêmicas e atitudes reprováveis pela população em situações em que se envolveu. Entre elas estão a autorização para que fosse iniciada a construção de uma estrada em área de preservação ambiental; um episódio em que gerou confusão em uma fiscalização de rotina do Tribunal de Contas do Estado, onde auditores afirmaram que não só foram impedidos de realizar a diligência, como também testemunharam o prefeito amassar e rasgar o ofício da auditoria; e ainda a atitude do prefeito assinar recentemente um decreto em que devolveu o parque de Aldeia para o antigo dono.

Com uma gestão bem abaixo da expectativa do que prometeu durante a campanha de 2016, Meira terá grandes dificuldades de convencer o eleitorado que merece ser reconduzido ao comando da prefeitura. Diante deste cenário que se desenha, alguns nomes têm surgido como opção para desbancar o atual gestor na eleição de 2020. Entre eles o mais forte é o do deputado estadual Beto Accioly (PP).

Apesar de não ter conseguido se reeleger, Beto Accioly apresentou um desempenho bastante positivo em Camaragibe ao figurar como o segundo mais votado com a conquista de mais de 7 mil votos só no município, perdendo apenas para o fenômeno Gleide Ângelo, porém com uma votação bem superior aos 1.800 que Meira conseguiu para Aluísio Lessa.

Caso não seja conduzido novamente à Assembleia Legislativa na condição de suplente com a reforma do secretariado que deve ser promovida pelo governador Paulo Câmara, Beto Accioly com certeza deverá ser aproveitado pelo chefe do Poder Executivo Estadual na gestão, principalmente por sua fidelidade ao Governo e por ter sido o principal responsável pelo palanque da Frente Popular no município.

Uma coisa é certa: Ventos de mudança sopram pelas bandas de Camaragibe.



Olha ela aí – A convite da ONG Fiscaliza Brasil, a delegada Patrícia Domingos, ex-delegada da Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Descap), órgão extinto pelo governador Paulo Câmara, fará uma palestra na próxima quarta-feira (12/12) no hotel Samburá, em Olinda. O evento tem como mote o combate à corrupção e a construção de uma nova sociedade.

Novidade – Tamanha popularidade que adquiriu por conta de seu trabalho no combate à corrupção tem feito a delegada Patrícia Domingues ser lembrada para disputar a Prefeitura do Recife em 2020. Apesar de descartar a possibilidade de entrar para a politica, caso decida encarar o desafio, Patrícia Domingues tem grandes chances de cativar uma parcela do eleitorado que busca pela mudança, o que pode se tornar em uma baita dor de cabeça para o projeto do PSB de se manter à frente do comando da capital. O PSL, do presidente eleito Jair Bolsonaro, já estaria de portas abertas para acolhe-la.



Sucesso – Ancorado pelo jornalista Aldo Vilela, o Roda Viva Pernambuco em pouco tempo conseguiu figurar entre os melhores programas produzidos no estado. Na eleição foi responsável por entrevistar todos os candidatos a governador e de lá pra cá já recebeu nomes como os ex-governadores Gustavo Krause e Joaquim Francisco, além de Carlos Gabas, ex-ministro da previdência. O próximo entrevistado será o ex-governador Roberto Magalhães. O programa vai ao todas as terças-feiras, a partir das 21:15, na TV Nova Nordeste.

Sem Limite – A população de Lajedo denuncia o que se pode chamar de “farra das diárias” na Câmara de Vereadores. Só neste ano já foram desembolsados mais de R$ 204 mil pelo Poder Legislativo Municipal para bancar diárias dos parlamentares. Entre as despesas constam o pagamento para que alguns vereadores fossem participar de seminário promovido pelo Instituto Tiradentes, entidade que teve a idoneidade posta à prova pelo Fantástico ao conceder prêmio a um “jumento”. Segundo o Portal da Transparência, os vereadores que mais receberam dinheiro por conta de “diárias” foram Dennysson (R$ 37 mil), Evandro (R$ 21 mil) e Allyson Luiz (R$ 20 mil).

São Vicente Férrer  – Embora o prefeito Flávio Régis ainda não tenha aberto a discussão sobre a sua sucessão, ganha força a informação de que o nome escolhido por ele para disputar a prefeitura em 2020 será o do seu assessor especial Jadiel Lopes, pessoa de sua extrema confiança. Além da sua amizade de mais de 30 anos com Flávio Régis, contam a favor de Jadiel o seu extenso currículo e vasta experiência pública. Ele é formado em Administração de Empresas pela Unicap e pós-graduado em Gestão Pública pela FGV, e já foi superintendente do Lafepe e secretário municipal de Governo.

Machados – As eleições de 2020 em Machados, no Agreste Setentrional, aponta para uma quebra da polarização entre os grupos comandados pelo prefeito Argemiro Pimentel (PSB) e o ex-prefeito Cido Plácido (PTB). No município o novo nome que surge é o do empresário João Morais. Depois de uma boa performance dos seus deputados no município neste ano, ele iniciou conversas no sentido de ampliar e fortalecer o seu grupo que já conta com os vereadores Luciano da Funerária (PSC) e Silvinho da Banana (PTB), além dos suplentes Viviane Morais, Dennys de Mane do rádio, Tete Anastácio, entre outras lideranças.

Escrito por Wellington Ribeiro

Fonte: Blog Ponto de Vista.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...