Teste Teste Teste

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Bivar estranha oposição do PSB: 'sistemática e irracional'


Luciano BivarFoto: Brenda Alcântara

Presidente nacional do PSL, Luciano Bivar foi à mesa com o governador Paulo Câmara, na quarta (23), no Palácio das Princesas em encontro institucional do gestor com os demais deputados da bancada federal. Os dois, no entanto, ficaram de se encontrar, em breve, para conversa mais reservada. O socialista avisou que telefonaria para Bivar na semana que vem. Luciano preside o partido do presidente Jair Bolsonaro, a quem Paulo Câmara solicitou audiência. Entre o governador e Bivar, no entanto, paira, hoje, um hiato provocado pela posição de socialistas, que atribuem à presença do PSL no bloco comandado por Rodrigo Maia o motivo para não apoiarem a candidatura do democrata à presidência da Câmara Federal.

Nas palavras do próprio Bivar, há, exatamente, um “desconforto”. Ele admite que o PSB pode até ser independente em relação ao governo, mas registra que a sigla “deixa desconfortável o governo, quando é contra o PSL”. Bivar desabafa: “Não entrar no bloco de Maia por conta do PSL eu não entendo”. O dirigente do PSL argumenta o seguinte: “É uma alegação que vai contra o que o presidente (Bolsonaro) fala. Ele não tem viés ideológico. Ele quer administrar o País sem viés ideológico. Se, para Pernambuco, determinadas coisas são melhores, que sejam feitas. Não vejo sentido de se impor viés ideológico”. Na sequência, pondera: “Ninguém quer que apoie o governo. O que a gente fica sentido é de o PSB não entrar no bloco porque o PSL está no bloco. É uma oposição sistemática e irracional”. Bivar foi apontado, ontem, por deputados como possível interlocutor de Pernambuco junto ao Planalto. Mas indaga: “É desconfortável para um interlocutor que vá fazer isso, não?”.

Entre sintomas de desconforto

Após reunião no Campo das Princesas, ontem, Paulo Câmara, indagado sobre o papel de Bivar na interlocução com o Planalto, pontuou assim: “Bivar sempre se colocou à disposição e a gente vai sempre procurar ele, sempre que entender necessário. Ele está à disposição e colocou isso aqui na reunião de hoje (ontem)”.

Mourão vem e... > O presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, receberá o título de cidadão do Recife no próximo dia 8 de março, às 19h, na Casa de José Mariano.

...dança valsa > A sugestão da data partiu do deputado estadual eleito, Marco Aurélio Medeiros. Mourão quis saber o porquê daquele dia, aceito logo por ele. O deputado devolveu: “Porque é a data do aniversário de 15 anos da minha filha e o senhor poderia dançar a valsa com ela”. Mourão aceitou de pronto e vai dançar com Maria Marie.

Dever de... > À coluna, o deputado estadual eleito, Marco Aurélio Medeiros, rebate considerações feitas nos corredores da Alepe sobre sua postulação à liderança da oposição. “Se ser menos ponderado é lutar com garra, é ser uma oposição verdadeira, lutando com toda minha força contra esse governo capenga, que não soube fazer o dever de casa que Eduardo Campos deixou para ele...”, inicia Marco Aurélio.

...casa > O deputado do PRTB prossegue: “Se ser menos ponderado é não querer deixar a oposição ser pautada pelo governo, se ser menos ponderado é unir a oposição para lutar pelo crescimento de Pernambuco, eu o serei”.

Perdição > “Quanto usar o cargo de líder da oposição para se aproximar do governo , esclareço que não está nos meus planos nem do senador Fernando Bezerra Coelho seguir os caminhos da perdição”, conclui Marco Aurélio.

Com FBC > A deputada estadual Priscila Krause esteve, anteontem, com o senador Fernando Bezerra Coelho. Conversaram também sobre o processo de escolha da liderança da oposição na Alepe. A democrata já vem dialogando com Armando Monteiro, Bruno Araújo e outras lideranças da oposição.

Fonte :Folha de PE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...