Teste Teste Teste

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Paulo Câmara em busca de diálogo com o Planalto

Paulo CâmaraFoto: Paullo Allmeida/Folha de Perambuco

Decidido a firmar interlocução com o Governo Federal, apesar das divergências ideológicas com o projeto bolsonarista, o governador Paulo Câmara (PSB) começa nesta segunda (28) uma agenda de encontros com auxiliares do presidente Jair Bolsonaro (PSL), no sentido de defender um novo cronograma priorizando a geração de empregospara Pernambuco. O encontro com o chefe do Executivo federal não ocorrerá, no primeiro momento, em função da cirurgia e recuperação pelas quais o pesselista passará - ficando internado por, pelo menos, 10 dias. A agenda com cinco ministros ocupará toda a semana.

Atendendo, em menos de um mês, ao pedido do governador, o Palácio do Planalto, por meio da Secretaria de Governo da Presidência, determinou que os ministros ligados aos pleitos mencionados no ofício receberão Câmara e sua equipe. A primeira reunião está marcada para esta segunda (28), às 17h, em Brasília, com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Serão tratados temas relacionados aos Portos de Suape e do Recife, à ferrovia Transnordestina e à recuperação das BRs 232 e 423. Além do governador Paulo Câmara, participam da reunião o secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebelo, o secretário de Desenvolvimento Urbano, Marcelo Bruto, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, e a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.

Antes desse primeiro encontro oficial, todavia, Paulo Câmara estará com o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, no Recife, pela manhã, na posse do novo presidente da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), Alfredo Bertini. A cerimônia será às 11h, no Cinema do Museu, em Casa Forte. A ocasião poderá ser utilizada para aproximação com o auxiliar.

Entre quinta e sexta-feira, nova agenda acontecerá com os ministros do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, da Cidadania, Osmar Terra, e da Defesa, Fernando de Azevedo e Silva. O trio visita Pernambuco, segundo informações da assessoria do Palácio das Princesas, para acompanhar o abastecimento das cidades que sofrem com o prolongamento da estiagem - já que é o Exército quem realiza o provisionamento de água, com carros-pipa. Ainda não está definido se os auxiliares de Bolsonaro serão recebidos num almoço ou jantar no Recife. Vale lembrar que João Doria (PSDB), governador de São Paulo e aliado do pesselista, foi o único gestor estadual recebido em audiência privativa com o presidente Bolsonaro até então.

Fonte :Blog da Folha de PE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...