.

terça-feira, 28 de maio de 2019

Jarbas defende Coaf na pasta de Sérgio Moro

Jarbas Vasconcelos (MDB)Foto: Alan Marques

A MP 870 - que trata das mudanças na estruturação dos ministérios, assunto controverso entre os parlamentares, está em discussão para ser votada no Senado, após ser rejeitada pela Vãmara dos Deputados, no ponto que trabnsfere o Conselho de Atividades Financeiras (COAF) do Ministério da Economia para a pasta da Justiça e Segurança Pública, do ministro Sérgio Moro.

O senador pernambucano Jarbas Vasconcelos (MDB), defendeu a transferência do órgão fiscalizador para Moro. "A atuação do Coaf (Conselho de Atividades Financeiras) - que entre outras atribuições faz o rastreamento de transações financeiras atípicas e suspeitas -, foi decisiva para a apuração de operações como o Mensalão e a Lava Jato. De modo que a vinculação dele ao Ministério da Justiça e Segurança Pública reforça a importância do combate à corrupção e a lavagem de dinheiro no País”, afirmou Jarbas.

Fonte : Blog da Folha de PE.