Teste Teste Teste

quarta-feira, 3 de julho de 2019

Incluir estados é “passar conta para mais gente”, diz Wolney

Dep. Walney Queiroz (PDT - PE)Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Como a coluna cantara a pedra, os governadores já vinham vaticinando que a tentativa de reincluir estados e municípios no relatório da Reforma da Previdência era mais um movimento do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e de deputados federais "jogando para plateia". Os gestores, no entanto, fizeram essas observações nos bastidores. Ainda ontem, uma fonte envolvida nas negociações, à coluna, sacramentara: "Não haverá inclusão de Estados e Municípios pois os deputados não querem". Em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, o deputado federal Wolney Queiroz, crítico dessa reforma proposta pelo Governo Federal, passou o grifador no que os gestores vinham dizendo só nas coxias: "A tentativa de levantar essa discussão de estados e muncípios é justamente para passar essa conta para mais gente. É para que não fique apenas com o Governo Federal e com os deputados federais". E explica: "Deputados que votaram a favor, por exemplo, da Reforma Trabalhista sentiram fortemente o dano disso nas suas reeleições e acho que o povo não vai esquecer daqueles que votarem a favor da Reforma da Previdência". Ontem, a tentativa de reincluir estados e municípios no texto fracassou e o relator, Samuel Moreira, avisou que eventual discussão, agora, só no plenário. Antes, o porta-voz da presidência, Otávio do Rêgo Barros, dirigiu-se aos governadores: “Se não forem incluídos no texto, o ônus será de estados e municípios”.

Orelhas em pé na Alepe
A movimentação reservada recente de socialistas em torno da indicação de um nome para o TCE, registrada pela coluna, acendeu o sinal amarelo na Alepe. Quem faz a ponderação à coluna é o deputado Alberto Feitosa, mas o alerta encontra eco nos bastidores da Casa. Deputados defendem, nessa hora, um gesto do governador Paulo Câmara que compense o que lembram ter sido feito pelo parlamento na direção de Eduardo Campos.

Pagando... > Diante da articulação de um grupo de socialistas ao grupo hegemônico, Feitosa grifa: "É extremamente preocupante numa democracia quando um grupo hegemônico quer se apoderar do Estado sem considerar o legislativo. Essa discussão já existe na Casa".

...o... > Feitosa lembra que a aprovação do nome de Marcos Loreto pela Alepe foi um "gesto feito naquele momento em consideração a Eduardo Campos". E sugere retribuição.

...pato > "Seria uma boa oportunidade, um gesto do governador de valorização à Casa, devolver essa vaga, indicando diretamente um deputado ou deixando que a gente resolva", argumenta Feitosa. A tese é defendida por outros deputados em reserva.

Azul 1 > Em Caruaru, ontem, Wolney Queiroz recebeu representantes da Infraero junto com a secretária de Infraestrutura, Fernandha Batista. Há expectativa de que voos comerciais comecem a ser operados na cidade e a Azul demonstrou interesse.

Azul 2 > “O diretor comercial da Azul tem interesse comercial. Acham que Caruaru e esse polo de confecções formam um conjunto de clientes que garantem a operação. Para eles, o início depende apenas da homologação do aeroporto", informou Wolney em entrevista à Rádio Folha FM 96,7.

Começa com Z > Enquanto presidente nacional do PDT, Wolney Queiroz já cravou que o partido terá candidatura própria em 2020. Sobre o nome, tem dito o seguinte: "Começa com Z e termina com Z". Refere-se ao ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz.
Anula, assim, a possibilidade de aliança com o deputado Tony Gel.

Fonte : Folha de PE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...