.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

André Ferreira é o maior nome da oposição em termos políticos no Recife



A oposição vem enfrentando um processo de autofagia muito grande entre os nomes que querem ser candidatos na disputa pela prefeitura do Recife, onde alguns que já foram candidatos querem a todo custo sustentar projetos que já foram sumariamente rejeitados pelo eleitorado recifense.
No bojo das discussões sobre 2020, é importante considerar o poderio político e eleitoral do deputado federal André Ferreira, que foi o mais votado da oposição com 175.834 votos em 2018, mas essa não é a única prerrogativa que consolida André como a melhor alternativa da oposição entre os políticos tradicionais.

André Ferreira conta com significativa hegemonia no segmento evangélico, que faz dele um candidato competitivo, conta também com dois partidos representativos, o PL e o PSC, que lhe possibilitam a maior força política do grupo oposicionista, liderando o deputado federal Fernando Rodolfo, que é uma liderança em ascensão em Pernambuco, e ainda conta com a vitrine da segunda maior cidade de Pernambuco com a gestão de Anderson Ferreira em Jaboatão dos Guararapes.
Na hora de sentar à mesa durante as discussões do grupo oposicionista na capital pernambucana, André Ferreira não só terá condição de apresentar uma candidatura mais competitiva do que outros nomes do grupo que já foram derrotados em pleitos anteriores, como terá poder de decisão para determinar o nome do grupo oposicionista caso não seja candidato na disputa em outubro.

Drogas – O Governo de Pernambuco, por intermédio da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, assina nesta quarta-feira, convênios com três agências internacionais vinculadas às Organizações das Nações Unidas, com o objetivo de dotar o Estado de informações, dados quantitativos e qualitativos que permitam o desenvolvimento de medidas preventivas ao crime. Os acordos foram articulados a partir de um diálogo com o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), secretaria do escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

André de Paula – O deputado federal André de Paula, que concluiu o seu mandato na liderança do PSD da Câmara dos Deputados, reuniu diversos parlamentares do seu partido, e os deputados João Campos e Silvio Costa Filho que foram prestigiá-lo.

Patrícia Domingos – Pré-candidata a prefeita do Recife, a delegada Patrícia Domingos esteve reunida com o deputado federal Ricardo Teobaldo e avança na possibilidade de consolidar sua filiação ao Podemos, que pode ser oficializada ainda esta semana.

Primeiros passos –  A passagem de Guilherme Uchoa Neto, filho do deputado estadual Guilherme Uchoa Júnior, por São Lourenço da Mata neste fim de semana, causou burburinho naquela cidade. O garoto de apenas 16 anos representou o pai na festa em comemoração aos 480 anos de fundação da Paróquia de Nossa Senhora da Luz, considerada uma das mais antigas do Brasil. Lá, ele chamou a atenção de muita gente que participava das celebrações religiosas em homenagem ao aniversário da igreja. Sempre ao lado do prefeito Bruno Pereira, cumprimentou fiéis e correligionários do parlamentar.

Elogio – O deputado estadual Marco Aurélio, líder da oposição na Alepe, elogiou o prefeito Geraldo Julio pelo fato de economizar com a decoração do carnaval ao colocar bandeirinhas de São João durante as festividades de momo.

RÁPIDAS

Chefe de polícia – Os colegas do deputado Ricardo Teobaldo estão dizendo que ele pode trocar a política pela posição de chefe de polícia, pois está lançando dois delegados em duas cidades importantes, Recife com Patrícia Domingos e Cabo de Santo Agostinho, com Antonio Resende.
Vice – O ex-deputado federal João Fernando Coutinho, presidente estadual do PROS, poderá ser vice de Marília Arraes caso ela seja candidata a prefeita do Recife. Em 2018 ele queria apoiá-la para governadora mas acabou lançando Maurício Rands.
Inocente quer saber – Patrícia Domingos anuncia esta semana a filiação ao Podemos?

Fonte: Blog Edmar Lyra.