Teste Teste Teste

sábado, 15 de fevereiro de 2020

Sergio Cabral cita ministros do STJ em delação premiada

Marcos Arcoverde

O ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral citou os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Humberto Martins e Napoleão Nunes Maia Filho em delação premiada à Polícia Federal, homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. O conteúdo do relato segue em sigilo.

Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio do Rio de Janeiro, também já havia acusado os dois ministros em uma proposta de colaboração. No entanto, o relato de Diniz foi recusado pelo Ministério Público Federal (MPF), que considerou as informações frágeis.

Através de nota, Humberto Martins afirmou que "nunca teve qualquer relação pessoal com o ex-governador" e que, "profissionalmente", sua única atuação como magistrado foi quando, na condição de presidente em exercício do STJ, "negou os pedidos de liberdade de Cabral".

O procurador-geral da República, Augusto Aras, deve recorrer ao STF contra a validação da delação. Anteriormente Aras já havia se pronunciado contra o acordo.

Fonte:As informações são da revista Época e Valor Economico..
Diario de PE.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...