.

terça-feira, 17 de março de 2020

Com saída do PT, nomes ganham força para a vice de João Campos


O anúncio oficial do diretório nacional do PT de que a deputada federal Marília Arraes será candidata à prefeitura do Recife mexeu na composição da Frente Popular, e a vaga de vice-prefeito que era considerada natural do PT, passa a ser especulada para outros partidos e consequentemente surgem nomes com dimensão para o posto.
Integrante da Frente Popular desde 2012, o MDB do senador Jarbas Vasconcelos, é o principal partido com legitimidade de reivindicar a vaga de vice de João Campos, uma vez que está abdicando de uma candidatura própria, a do deputado federal Raul Henry, em prol da unidade e torno do candidato do PSB, e o nome natural da sigla é o do economista e suplente de senador Fernando Dueire. Com excelente trânsito, Dueire seria um nome importante para fazer o contraponto à pouca experiência de João. Além do cargo de vice, poderia ser um importante auxiliar do socialista na capital.
O PDT, que retirou a pré-candidatura de Túlio Gadêlha, também busca, apesar de com menos chances, a vaga de vice, cuja opção seria o da ex-vereadora Isabella de Roldão, que atualmente integra a equipe do prefeito Geraldo Julio. Porém, o que se comenta é que o MDB é a bola da vez e o nome de Dueire seria a escolha mais acertada para o momento.
Técnica – O procurador geral da República, Augusto Aras, respondeu críticas de que não estaria agindo sobre recentes condutas de Jair Bolsonaro. “O MPF não é um poder político. É um órgão autônomo e independente, que atua de forma técnica, em respeito à Constituição. O procurador-geral da República não adianta posicionamento e não faz juízo de valor em ambientes de opinião pública. Todas as representações protocoladas na Procuradoria-Geral da República são devidamente analisadas”, disse Aras, em nota oficial.
Adiamento – Diante do aumento no número de casos do coronavírus (Covid-19) em Pernambuco e seguindo as medidas de segurança da Organização Mundial de Saúde (OMS), a presidente estadual do PSDB em Pernambuco, a deputada  estadual Alessandra Vieira, comunica o adiamento, por tempo indeterminado,  do Congresso Estadual do PSDB Mulher, que estava marcado para ocorrer no dia 30 de março. “Neste momento, é essencial que todos ajam com responsabilidade e sigam as instruções dadas pelos órgãos competentes de saúde”, destaca a presidente.
6 anos – A Lava Jato completa 6 anos nesta terça (17). A Operação, que mudou a política do Brasil, apresentou números superlativos em um balanço. Foram 70 fases, 1.343 buscas e apreensões, 130 prisões preventivas, 163 prisões temporárias, 118 denúncias, 500 pessoas acusadas, 52 sentenças e 253 condenações ao total de 2.286 anos de pena. Mais de R$ 4 bilhões já foram devolvidos aos cofres públicos por meio de acordos.
MDB – A chapa do MDB para vereador do Recife vem ganhando competitividade nesta reta final. Além do vereador Samuel Salazar, que tentará a reeleição, o partido filiou o suplente de vereador Vânio da Várzea, e com os demais nomes que estão na sigla, a expectativa é eleger de dois a três vereadores para a Casa José Mariano.
Inocente quer saber – Quais partidos apoiariam a pré-candidatura de Marília Arraes a prefeita do Recife?
Fonte: Blog Edmar Lyra.