Teste Teste Teste

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Pernambuco registra 2.908 casos de coronavírus. 99% das UTIs destinadas à doença estão ocupadas


Pernambuco confirmou, nesta terça-feira (21.04), 218 novos casos da Covid-19. Com isso, o Estado totaliza 2.908 ocorrências do novo coronavírus. Desses, 2.101 estão em isolamento domiciliar e 447 internados, sendo 76 em UTI e 371 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada. Além disso, o boletim aponta 100 pacientes já recuperados da doença. Até agora, os casos confirmados estão distribuídos por 88 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Também foram confirmadas laboratorialmente 26 novas mortes (16 homens e 10 mulheres), de pessoas residentes no Recife (7), Jaboatão dos Guararapes (4), São Lourenço da Mata (4), Olinda (4), Camaragibe (2), Ipojuca (1), Glória do Goitá (1), Paulista (1), Cabo de Santo Agostinho (1) e Vitória de Santo Antão (1). Os pacientes tinham idades entre 20 e 91 anos e faleceram entre os dias 15 e 20 de abril. As faixas etárias dessas pessoas são: 20 a 29 (1), 30 a 39 (5), 40 a 49 (2), 50 a 59 (5), 60 a 69 (2), 70 a 79 (6), 80 ou mais (5). Com isso, totalizam 260 óbitos pela Covid-19 em Pernambuco.
Dos 26 pacientes que vieram a óbito, 14 apresentavam comorbidades, como: hipertensão (8), diabetes (5), doença cardíaca crônica (3), doença renal crônica (3), obesidade (2), tabagismo (1), asma (1). Outros 2 não tinham comorbidades. Os demais estão sendo investigados.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 1.064 casos foram confirmados e 725 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

NOVA CENTRAL DE REGULAÇÃO – A Central de Regulação de Leitos de Pernambuco, responsável por definir o encaminhamento de pacientes aos estabelecimentos de saúde vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS), começa a funcionar em novo espaço, a partir desta quinta-feira (23.04). O serviço que, até então, mantinha as instalações na Praça Oswaldo Cruz, no bairro da Boa Vista, passa a ocupar os auditórios do Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon-PE), em Olinda. Com a abertura de novas unidades e ampliação de leitos para tratamento de pacientes com a Covid- em Pernambuco, a central de regulação de leitos registrou, nos últimos 30 dias, um aumento de 316% nas solicitações de internamento em todo o Estado.

“Saímos de 146 pedidos para 361 requerimentos e a projeção é que, apenas esta semana, a demanda seja ainda mais intensa com mais de 460 solicitações. Para atender todo esse volume de trabalho foi necessário ampliar o espaço físico para atuação das equipes e aumentar a capacidade de atendimento com a contratação de 141 novos profissionais, sendo 64 enfermeiras, 63 médicos e 14 teleatendentes para realilzar o cadastramento de informações básicas, tudo isso no intuito de acelerar a assistência aos doentes e dar uma resposta rápida à situação”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo. Os novos médicos e enfermeiros (127), que realizam o processo regulatório na central, foram contratados por meio de seleção pública simplificada e começam a atuar a partir desta semana.
A central de regulação de leitos, que é acessada por médicos por meio de sistema online ou por ligação, recebe demanda de todas as unidades de saúde do Estado que lidam com casos de urgência/emergência, UTI e obstetrícia, sejam estaduais, municipais, federais ou particulares que prestam serviço ao SUS, com a função de avaliar os casos encaminhados e, a partir disso, indicar o serviço mais adequado ao perfil clínico do paciente.

“Esta ampliação reforça o atendimento aos pacientes suspeitos e confirmados da Covid-19 ao mesmo tempo que também beneficia toda a rede estadual já que a central dá continuidade ao atendimento em todas as linhas de cuidado” pontua o secretário-executivo de Regulação da SES-PE, Giliate Coelho Neto. Com este reforço, a central totaliza uma equipe de 230 profissionais.

REDE – De acordo com os dados da Central Regulação de Leitos de Pernambuco, a rede estadual atingiu a marca, nesta terça-feira (21.04), de 646 leitos abertos para a assistência aos pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), portanto, suspeitos e confirmados para a Covid-19. Os leitos apresentam ocupação média de 89%, e estão divididos em 319 de UTI (99% de ocupação) e 327 de enfermaria (80% de ocupação).

“O dado da ocupação de leitos reflete o conjunto de pacientes que encontram-se internados nas UTIs da rede pública SUS e privada também ligada ao SUS, mas não se referem apenas aos casos confirmados da Covid-19. Existe um diagnóstico chamado Síndrome Respiratória Aguda Grave, que é a forma de apresentação desses casos nas nossas emergências. E, muitas vezes, esses suspeitos de Covid-19 precisam ser internados nas nossas UTIs. Então, quando a gente está falando em 99% de ocupação de leitos, estamos falando do amplo espectro da Síndrome Respiratória, nos quais estão os casos da Covid-19 e também outros quadros respiratórios, como outros vírus e bactérias, ou mesmo casos que ainda aguardam o diagnóstico final”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Fonte : Blog Ponto de Vista.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...