.

quinta-feira, 9 de julho de 2020

Confira abaixo algumas notas de pesar enviadas por políticos, amigos e admiradores de dona Do Carmo, falecida na manhã de hoje, vítima de um câncer, aos 94 anos.
“Com tristeza e pesar, recebi a notícia do falecimento de Dona Maria do Carmo Monteiro. Mulher de muita fibra e sempre muito gentil no trato, formou, ao lado do saudoso Armando Monteiro Filho, uma linda família. Filha do ex-governador Agamenon Magalhães, sempre teve destaque por suas ações sociais. Deixo aqui meus pêsames a todos os seus filhos e familiares. Que encontrem conforto em Deus”. – André Ferreira, deputado federal pelo PSC.
“O diretório do PTB de Pernambuco lamenta profundamente o falecimento de dona Maria do Carmo Magalhães de Queiroz Monteiro, mãe do nosso presidente de Honra, Armando Monteiro Neto. Ainda consternados com a notícia da perda de dona Maria do Carmo, externamos a toda sociedade Pernambucana, em especial aos parentes e amigos próximos os nossos profundos sentimentos pela perda irreparável”. – José Humberto de Moura Cavalcanti Filho, em nome de todos que fazem o PTB em Pernambuco.
“Quero me solidarizar com os familiares e amigos de Dona Maria do Carmo Monteiro pela perda irreparável. Dona do Carmo foi um exemplo de mulher forte, companheira e comprometida com a sociedade. Neste momento de dor, desejo força para seus filhos Eduardo e Armando Monteiro, além de seus netos. Que Deus conforte seus corações!”. – João Paulo Costa, deputado estadual pelo Avante.
“Pernambuco se despede hoje de uma grande dama de nossa história. Mulher, companheira, mãe, avó, a força feminina expressa no semblante de Dona Maria do Carmo, vencida por um câncer aos 94 anos, deixa para filhos e netos o exemplo de quem esteve presente em grandes momentos da história pernambucana. Dona Maria do Carmo trazia a política no sangue e foi um alicerce da família. Desde adolescente viveu a política e agora parte para seguir ao lado do seu adorado companheiro, deixando para os familiares o grande exemplo de fineza, educação, força e visão natural de uma mulher além de seu tempo, determinada e com olhar sempre para o futuro. Nossos pêsames a todos os familiares e particularmente ao amigo Armando pela perda de sua mãe querida. Que Deus conforte a todos e ilumine o novo caminho dessa grande dama da sociedade pernambucana”. – Zeca Cavalcanti, ex-prefeito de Arcoverde.
“Foi com enorme pesar que toda a família PDT de Pernambuco recebeu a notícia do falecimento de Maria do Carmo Monteiro. Uma mulher forte, guerreira e que conviveu de perto com a política de Pernambuco. Aos filhos, netos, bisnetos, amigos e familiares, nossas mais sinceras condolências. Que as lições de perseverança e solidariedade de Dona do Carmo nos fiquem como legado”. – Wolney Queiroz, deputado federal e presidente do PDT de Pernambuco.
"É com tristeza que recebo a notícia da morte de Dona do Carmo, que teve sua trajetória de vida marcada pela integridade, posições firmes e sensibilidade social. Quero mandar um abraço à família, em especial aos seus filhos Eduardo Monteiro, Lectícia Cavalcanti, Horácio e o ex-senador Armando Monteiro Neto. Filha do ex-governador Agamenon Magalhães e viúva do ex-ministro Armando Monteiro Filho, Dona do Carmo, com seu estilo discreto, sempre acompanhou de perto a política brasileira. Meus sentimentos a todos os seus familiares e amigos”. – Geraldo Julio, prefeito do Recife.
“Recebo com tristeza a notícia do falecimento de Dona do Carmo, mulher admirável que também faz parte da história política do nosso Estado. Dona do Carmo teve uma trajetória de dedicação às causas sociais. Nos últimos anos, mesmo com idade avançada, sempre fazia questão de participar de atos públicos ao lado de seu filho, o ex-Senador Armando Monteiro Neto. A todos os familiares, seus filhos Armando, Eduardo Monteiro, Lectícia Cavalcanti, Sérgio e Horácio, aos netos e bisnetos, meus sentimentos”. – Marília Arraes, deputada federal pelo PT.
“Pernambuco perdeu uma grande dama: Dona do Carmo, que era esposa do nosso grande amigo, o saudoso ex-ministro Armando Monteiro Filho. Dona do Carmo era uma mulher de personalidade forte e muito querida. Eu e Carminha tivemos o privilégio da amizade do casal, a quem sempre dispensamos uma especial estima. Levamos aos filhos Eduardo, Letícia, Armando, Horácio e Sérgio a nossa solidariedade”. – José Queiroz, deputado estadual pelo PDT.
“Recebi com tristeza a notícia do falecimento de dona Do Carmo Monteiro, companheira de toda uma vida do ex-ministro Armando Filho e filha do ex-governador Agamenon Magalhães. Deixo a minha solidariedade à família em nome de seus filhos, os meus amigos Armando Monteiro e Eduardo Monteiro neste momento de despedida”. – Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB.
“Pernambuco perdeu uma mulher de fibra, humana, defensora das causas sociais. Faleceu na manhã de hoje, Maria do Carmo Monteiro, aos 94 anos, mãe do ex-ministro Armando Monteiro Neto (PTB) e do empresário Eduardo Monteiro. Popularmente conhecida como Do Carmo, ela era filha do ex-governador Agamenon Magalhães e foi casada com o ex-ministro Armando Monteiro Filho, que faleceu em 2018. Além de Armando e Eduardo, Do Carmo teve mais três filhos, Lectícia Cavalcanti, Sérgio Monteiro e Horácio Monteiro. Gostaria de prestar nossa solidariedade a todos os familiares, em nome dos seus filhos Eduardo e Armando Monteiro, e amigos neste momento de dor. Que Deus a guarde e conforte a todos que a amam”. – Diogo Moraes, deputado estadual pelo PSB.
“Meus profundos sentimentos a toda família Monteiro pela perda de sua matriarca Maria do Carmo Magalhães de Queiroz Monteiro. Mulher firme, inteligente, natural líder. Ao longo da vida participou intensamente de todo o sucesso do marido e dos filhos. Que Deus acompanhe sua família nesse momento de perda”. – Daniel Coelho, deputado federal e presidente do Cidadania-PE.
“Com muita tristeza recebi a notícia do falecimento de dona Do Carmo Monteiro. Uma mulher engajada nas causas sociais do nosso Estado e tão presente na vida política desde muito jovem. Meus sinceros sentimentos de pesar à família e aos amigos, que nesse momento sofrem com essa grande perda”. – João Lyra Neto, ex-governador de Pernambuco.
fonte: blog do magnos martins