.

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Bombeiros acham corpo de advogado no lago em Brasília


Blog do Tamanini

Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militares do Distrito Federal localizou, na noite de ontem, o corpo do advogado Carlos Eduardo Marano da Rocha, que havia desaparecido no Lago Paranoá. O cadáver foi encontrado boiando próximo ao Club Cota Mil. Agora, a Polícia Civil entra na história para elucidar a circunstância do caso.

Ele morreu afogado ao cair de uma embarcação onde um grupo de pessoas realizavam uma festa vip ocorrida no último sábado no Lago Paranoá. O corpo do advogado foi reconhecido pela família que veio do Rio de Janeiro e que acompanhou as buscas pelo corpo.

O advogado Carlos Eduardo Marano Rocha, nascido no Rio de Janeiro, de 41 anos, trabalhava para o escritório Paulista Leite, Tosto e Barros Advogados. Segundo site da empresa, Carlos Eduardo, separado e sem filhos, cuidava das áreas de agências reguladoras, consumidor, contencioso e resolução de conflitos, além de contencioso estratégico em tribunais superiores.

Ele tinha experiência profissional de 14 anos, mais especificamente sobre direito obrigacional, contratual, bancário, além de ter forte prática na realização de auditorias. Formou-se em direito pelo Centro Universitário Euro-Americano (Unieuro), e fez pós-graduação em direito civil e processual civil pela Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, e em direito público pela Fortium Cursos Jurídicos, no DF.

Fonte: Blog do Magno Martins.