.

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Os 55 anos de Eduardo Campos


Ítalo Rocha Leitão

Jornalista

Este 10 de agosto de 2020 é uma data muito especial para os familiares e amigos de Eduardo Campos porque marca o aniversário de 55 anos de nascimento do ex-governador de Pernambuco.

Eduardo Campos formou-se em Economia pela UFPE aos 20 anos de idade. Dois anos depois, assumiu um dos cargos mais importantes da estrutura do governo de Pernambuco: a Chefia de Gabinete do governador Miguel Arraes, seu avô.

Em 1990, aos 25 anos, foi eleito deputado estadual, pelo PSB. Depois, elegeu-se três vezes deputado federal, foi secretário da Fazenda de Pernambuco, ministro de Ciência e Tecnologia, no governo Lula, e governador por dois mandatos.

Seu primeiro mandato de governador foi conquistado em 2006. Com uma administração aprovada por quase 90% da população, não teve a menor dificuldade para se reeleger.

Como governador, Eduardo deixou marcas que jamais se apagarão da memória do povo pernambucano, independentemente de coloração ideológica. Construiu UPAS e 3 hospitais na RMR (Dom Hélder, no Cabo, Miguel Arraes, em Paulista, e Pelópidas Silveira, no Recife). Incentivou a instalação de fábricas e de uma refinaria em Suape. E redirecionou a expansão industrial para o litoral Norte, Agreste e Sertão. E trouxe a fábrica da Jeep, inaugurada em Goiana no governo do também socialista Paulo Câmara. Eduardo também Implantou um dos programas mais inclusivos da história educacional de Pernambuco: o “Ganhe o Mundo”, que leva estudantes pobres para estudar no exterior – façanha que quase nenhum pai de família de classe média consegue fazer.

Porte atlético, alto, elegante, olhos verdes, tinha um carisma pessoal contagiante e gostava de narrar histórias engraçadas do meio político. Comparecia a aniversários, batizados, casamentos, velórios, enterros….sempre com o intuito de reforçar as alegrias dos que comemoravam alguma data ou confortar e consolar os que sofriam alguma perda. Morreu tragicamente na manhã de uma quarta-feira, 13 de agosto de 2014, num acidente de avião, em Santos, no litoral paulista, quando percorria o Brasil na condição de candidato à Presidência da República, pelo PSB.

Fonte: Blog do Edmar Lyra.