.

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Gleide Ângelo propõe bolsas de estudo para mulheres em situação de vulnerabilidade

 


O Programa Universidade para Todos de Pernambuco (PROUPE) concede bolsas de estudo nas instituições de ensino superior municipais, para alunos oriundos de escolas públicas, bolsistas integrais de escolas particulares e professores da rede pública que estejam em busca de aperfeiçoamento profissional.

No novo projeto de lei, a deputada Gleide Ângelo (PSB) propõe incluir nessa lista de bolsistas elegíveis para o programa as mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica ou vítimas de violência doméstica e familiar, que estiverem matriculadas nessas instituições de ensino.

No Brasil, em quatro mulheres que sofrem violência doméstica, uma não denuncia o agressor porque depende financeiramente dele, vivendo em moradias custeadas por eles. Transpor a barreira da dependência psicológica e financeira é uma das maiores dificuldades para elas.

Por isso, Gleide Ângelo considerou "estamos propondo a criação de Política Pública de acesso ao ensino superior para essas vítimas da violência e da exclusão social. Porque quando conseguem deixar o agressor, essas mulheres necessitam de emprego, renda e moradia, mas a maioria delas nunca chegou a ingressar em faculdades ou cursos técnicos, e ainda possuem filhos que dependem delas." 

 Atualmente, o Proupe beneficia de forma direta 13 Autarquias de Ensino Superior localizadas no interior do Estado de Pernambuco, representando uma política pública relevante para o acesso à educação superior e formação de recursos humanos qualificados em Pernambuco.

Fonte :Blog da Folha de PE.