.

segunda-feira, 7 de setembro de 2020

Grito dos Excluídos realiza ato no Recife


G1 PE

Um grupo de pessoas se juntou, no Recife, para participar da 26ª edição do Grito dos Excluídos, manifestação que ocorre tradicionalmente no Dia da Independência do Brasil, celebrado nesta segunda-feira (7). O tema deste ano foi "Vida em primeiro lugar", com o lema "Basta de miséria, preconceito e repressão. Queremos trabalho, terra, teto e participação".

Com bandeiras, faixas e cartazes, os participantes do ato também protestaram contra o governo Jair Bolsonaro (sem partido) e contra a política do governo federal. As vítimas da Covid-19 em todo o país e a morte do menino Miguel Otávio, que estava sob os cuidados da patroa da mãe quando caiu de um edifício, foram lembrados pelo movimento.

A concentração ocorreu no Parque 13 de Maio, no bairro da Boa Vista, por volta das 9h. O grupo saiu em caminhada pelas ruas do centro da capital pernambucana.

Estiveram presentes no Grito dos Excluídos diversos sindicatos, a Central Única dos Trabalhadores, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), representantes de partidos políticos e de organizações não governamentais.

Neste ano, por causa do novo coronavírus, o desfile de 7 de Setembro realizado todo ano na Zona Sul do Recife não ocorreu.
De acordo com o presidente da CUT, Paulo Rocha, a manifestação também fez um alerta para a pandemia da Covid-19 e ressaltou que, no Brasil, mais de 120 mil pessoas morreram devido à doença.

A matéria completa está disponível no G1.

Fonte: BLOG DO MAGNO MARTINS.