.

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Mendonça diz que João Campos precisar sair do Recife do conto de fadas e andar na cidade real


O candidato a prefeito do Recife pelo Democratas (DEM), Mendonça Filho, afirmou na noite desta terça-feira (22) que o socialista, João Campos (PSB), precisa sair do Recife do conto de fadas, dos muros do palácio e da propaganda, para andar no Recife real, da capital do desemprego, da corrupção, que tem 57% da população sem acesso a tratamento de esgoto e déficit de 70 mil moradias. “João Campos desconhece a realidade do Recife. Negar isso é colocar na condição de invisível e inexistentes milhões de recifenses que sofrem diariamente com o descaso da gestão socialista”, rebateu.

Mendonça afirmou que o Recife que ele está debatendo é o real, o do desemprego, com índices elevados muito antes da pandemia do coronavírus, da violência, da falta de moradia e das palafitas, dos esqueletos habitacionais abandonandos há muitos anos, e não o Recife da ilusão, da falsa propaganda, do conto de fadas de João Campos.

Na avaliação de Mendonça Filho, o canditato socialista precisa explicar à população do Recife todo o cenário que vem se desenhando desde muito antes do isolamento social causado pelo novo coronavírus. “Ainda bem que ele aparaceu, pois estava escondido, se valendo dos seus tutores para iludir o eleitor recifense. Ele tem que explicar respiradores testados apenas em porcos sem aval da Anvisa, as denúncias de corrupção na compra de luvas e máscaras, os conjuntos habitacionais abandonados, a educação estagnada com falta de creches para as crianças, cujos recursos estavam garantidos pelo MEC durante minha gestão”, disse Mendonça Filho.

O democrata lembrou, mais uma vez, resultados desastrosos de uma pesquisa realizada pela FGV, que apontou que a renda do trabalhador caiu 29,5% no Recife e 26,9% em Pernambuco, durante a pandemia do novo coronavírus. Também reforçou que um dia após o PSB realizar a convenção que homologou a chapa de João Campos como candidato a prefeito no Recife, a prefeitura, governada pelo PSB há oito anos, foi alvo de mais uma operação da Polícia Federal sobre denúncias de corrupção durante a pandemia. Já são ao todo seis operações no Recife e, na mais recente, estão sendo investigados desvios da ordem de R$ 60 milhões de recursos federais da pandemia destinados a salvar vidas ameaçadas pela Covid-19.

Fonte: Blog do Edmar Lyra.