.

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Patrícia e Daniel podem criar novo polo de poder no estado

 


 

O deputado federal Daniel Coelho fez um movimento que mexeu no cenário eleitoral da disputa do Recife após sair oficialmente do que seria sua terceira tentativa ao Palácio do Capibaribe ao oficializar o apoio à Delegada Patrícia Domingos, candidata do Podemos.

O perfil de candidatura da delegada é parecido com o que foi apresentado por Daniel nas duas ocasiões em que tentou o comando da capital pernambucana, e por isso a aliança foi bem recebida tanto pelo eleitorado de Patrícia quanto pelo de Daniel que viu o deputado ser apunhalado pelas costas pela própria oposição tradicional.

Em tese candidato à reeleição em 2022, Daniel Coelho assumiu a coordenação da candidatura de Patrícia no Recife e em poucos dias já deu pra perceber uma guinada positiva na comunicação e em especial nas redes sociais da delegada, que têm garantido maior engajamento da população. Se porventura a delegada vencer a disputa ou tiver mais votos que a oposição tradicional, Daniel Coelho e a delegada estarão construindo um novo polo de poder em Pernambuco iniciando-se pela capital.

Isso poderá trazer desdobramentos para 2022 onde Daniel Coelho poderia considerar a hipótese de disputar o Palácio do Campo das Princesas com o apoio da delegada e de outros nomes que hoje apostam no projeto do Podemos como o deputado federal Ricardo Teobaldo, os deputados estaduais Wanderson Florêncio e Clarissa Tércio e outras lideranças políticas que se acoplariam ao projeto no decorrer dos próximos dois anos.

Segundo turno – 95 municípios no Brasil com mais de 200 mil eleitores estão aptos a ter segundo turno para escolha de prefeito e vice-prefeito. Em Pernambuco, seis cidades poderão segundo turno: Caruaru, Jaboatão, Olinda, Paulista, Petrolina e Recife. No Brasil, não haverá eleição apenas no Distrito Federal e em Fernando de Noronha (PE).

Prazo – 26 de setembro é o último dia para os partidos apresentarem à Justiça Eleitoral o requerimento de registro de seus candidatos. A Justiça Eleitoral pede que os partidos fiquem “atentos para evitar congestionamento do sistema no final do prazo”.

Presença – Integrante do diretório estadual do MDB, Jarbas Vasconcelos Filho tem acompanhado diversos candidatos do partido a prefeito e vereador em cidades espalhadas pelo estado. Herdeiro do senador Jarbas Vasconcelos, Jarbas Filho poderá disputar as eleições de 2022 como candidato a deputado estadual.

Exércitos – João Campos conta com 445 candidatos a vereador, seguido de Patrícia Domingos (97) e Marília Arraes (94). O Coronel Alberto Feitosa tem 73 candidatos lhe apoiando. Ex-governador, Mendonça Filho possui apenas 63 candidatos em sua coligação.

Força – Além do tempo de televisão, uma importante contribuição para um candidato majoritário é o apoio dos vereadores na disputa. Isso pode ajudar de forma significativa o candidato a prefeito a levar sua mensagem aos quatro cantos do Recife. Ter poucos candidatos proporcionais lhe apoiando é sinônimo de dificuldade na disputa.

Inocente quer saber – Como virão as próximas pesquisas que foram registradas para prefeito do Recife?

Fonte : Blog Edmar Lyra.