.

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Eleições 2020: descarte correto de resíduos


 TRE-PE orienta mesários e eleitores para a garantia de um processo eleitoral seguro

A pandemia da Covid-19 trouxe a necessidade de adaptação em várias áreas, inclusive no processo eleitoral. Para garantir a segurança nas eleições deste ano, minimizando o risco de contágio, o TRE-PE uniu orientações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às particularidades de cada local.

Em cumprimento às orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do poder público, o uso de máscaras será obrigatório nas seções eleitorais e nos locais de votação. Aos mesários, serão fornecidas máscaras de segurança, em quantidade suficiente para que seja feita a troca a cada quatro horas, e viseiras plásticas (face shield). 

O mesário deverá armazenar as máscaras substituídas na mesma embalagem do material que lhe for entregue, em meio a seus pertences. O descarte, então, deve ser feito apenas ao final do dia, no lixo do banheiro de sua residência.

Ao eleitor deve ser aconselhado que o descarte de sua máscara não seja feito no local de votação. No entanto, mediante a impossibilidade, ele deve ser instruído a, com as mãos higienizadas, descartar sua máscara na lixeira do banheiro, dentro de alguma proteção (saco de papel, plástico ou envolto em papel higiênico). Em seguida, deve higienizar, novamente, as mãos com água e sabão ou álcool 70%. 

As máscaras não serão reaproveitadas e terão encaminhamento ao seu destino final. O procedimento correto de descarte auxilia na prevenção e combate à Covid-19 e auxilia no cumprimento da responsabilidade social da Justiça Eleitoral.

Entre as orientações do TRE-PE, também estão incluídas: higienização dos itens utilizados na eleição, por parte dos mesários, com álcool 70% (exceto papéis); divulgação de cartazes instrutivos sobre os procedimentos de descarte das máscaras e do lixo; o reforço da importância da troca de máscaras a cada quatro horas.

Fonte :TRE-PE.