.

sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Tratado de mito em reduto lulista


 

Na passagem, ontem, por Pernambuco, o presidente Bolsonaro recebeu em reduto do PSB, partido que detém o poder no Estado, uma recepção calorosa. São José do Egito, administrada pelo socialista Evandro Valadares, é, igualmente, um deserto banhado pelo vermelho do PT. Ali, por muito tempo, Lula reinou absoluto. Mas o tempo passa e vai se encarregando de moldar a paisagem da poética da cidade com motes inspirados no conservadorismo próprio da ação e modo de agir do chefe da Nação.

Por muito tempo, Lula era ali disputado a tapas, idolatrado, verdadeiro salvador da pátria. Seu tempo, entretanto, parece estar arquivado da memória do eleitorado, que agora beija, abraça e chama um presidente de direita de “mito”. O tempo é o senhor da razão, já disse um poeta. O fato é que Bolsonaro saiu do Pajeú extremamente feliz, impressionado com o calor humano da sua gente, dos que deixaram suas casas por livre e espontânea vontade para dar-lhe boas-vindas.

O que tem motivado tamanha euforia dos nordestinos ao presidente não pode ser explicado apenas pela injeção na economia que o seu Governo deu nesse momento difícil da pandemia com o programa emergencial, contemplando 64 milhões de brasileiros com uma ajuda mensal de R$ 600. Vai mais além. A pauta do presidente pelos Estados nordestinos se concentra em ações para aumentar a capacidade hídrica do semiárido.

Já concluiu e entregou um dos eixos da Transposição do São Francisco, liberou R$ 600 milhões para as obras do Ramal do Agreste, em Sertânia, projeto que vai levar água a mais de 60 municípios de Pernambuco, inclusive Caruaru e os municípios do polo de confecções do Agreste. Ao ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, Bolsonaro tem dado orientação no sentido de priorizar todas as ações que levem a ampliação da capacidade de abastecimento de água para consumo humano.

“Fomos orientados pelo presidente, desde o primeiro dia em que chegamos ao Ministério, a ter um olhar especial para o Nordeste para as obras que estavam em andamento ou paralisadas. E nós acertamos desde o início que a nossa espinha dorsal é segurança hídrica. Em 2021, o Brasil vai comemorar a transposição das águas do Velho Chico”, disse ao blog o ministro do Desenvolvimento Regional, reproduzindo o sentimento de Bolsonaro em relação a esse olhar diferenciado em direção ao Nordeste.

Cloroquina – No discurso que proferiu em São José do Egito, o presidente Bolsonaro não falou apenas de política. Voltou a defender o uso da hidroxicloroquina, medicamento sem comprovação da sua eficácia no tratamento contra a covid-19. "Deus foi tão abençoado que nos deu até a hidroxicloroquina para quem se acometer da doença, e quem não acreditou, engula agora", disse o presidente, durante o discurso. "Eu não sou médico, mas sou ousado como o cabra da peste nordestino", completou o presidente, que foi contaminado por covid-19, se recuperou e declarou ter usado o medicamento no tratamento da doença.

Aglomeração – O presidente e sua comitiva não usaram máscaras em nenhum momento da visita, quebrando os protocolos de segurança e recomendações das autoridades sanitárias. Ele causou aglomeração em pelo menos dois lugares diferentes: nos arredores do estádio de futebol, onde pousou sua aeronave, e no local do evento, onde por decreto municipal apenas 100 pessoas poderiam participar. A cerca de 1 km do estádio de futebol, um grupo de aproximadamente 60 pessoas fizeram manifestação contra a visita de Bolsonaro. Esta é a primeira visita do presidente a Pernambuco depois do início da pandemia.

Barrado no baile – Barrado no baile do Planalto em São José do Egito, o governador Paulo Câmara (PSB) teve que cair de arrego na inauguração do hospital para idosos do Recife entregue, ontem, pelo prefeito Geraldo Júlio, exclusivo para o tratamento e prevenção de doenças nas pessoas idosas. O Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa (HECPI) funcionará na Avenida Recife, n° 810, na Estância, ao lado do Hospital Geral de Areias, e vai oferecer atendimento ambulatorial, exames e leitos para internamento, incluindo UTI. Ele chega após o Hospital da Mulher do Recife. Em relação à ausência do governador em São José do Egito, o que se diz é que ele foi barrado, literalmente, porque, ao lado de Geraldo, vive a falar mal do Governo Federal, apesar do Estado ter sido um dos mais contemplados com recursos federais para o combate à pandemia do coronavírus.

Gente de Deus – Na parte recheada pela política em seu discurso, ontem, em São José do Egito, o presidente quebrou o compromisso de não falar de eleição e pediu para que os sertanejos votassem assim: "Vamos caprichar para escolher prefeito e vereador, vamos escolher gente que tenha Deus no coração, que tenha na alma patriotismo e queira de verdade o bem do próximo. Deus, pátria e família". Auxiliares do presidente admitem que ele poderá entrar na campanha no segundo turno, em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, para apoiar candidatos mais alinhadas a ele, como Celso Russomanno (Republicanos), na capital paulista, e o atual prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), que concorre à reeleição. Apesar de não ter ainda apoio explícito, ambos têm buscado se colocar como candidatos bolsonaristas na campanha.

CURTAS

EM SALGUEIRO – Um adesivaço marcou a inauguração do comitê de campanha do candidato à reeleição de Salgueiro, Clebel Cordeiro (PL), e sua vice, Paizinha Patriota (PSD). Participaram do evento políticos locais e vereadores que compõem a coligação ‘Pra Frente Salgueiro Vencedor’. Clebel agradeceu o apoio e a colaboração de todos que participaram do evento. "Muito obrigado a todos vocês que estão presentes. Isso aqui mostra a maior vitória que Salgueiro já viu. O grupo da verdade e da honestidade está aqui sem atacar ninguém. A jornada está começando, a partir de amanhã estará tudo azul na cidade", destacou. Apesar de não ter recebido um centavo do Governo do Estado, Clebel conseguiu fazer muitas obras na cidade, calçou mais de 100 ruas e avançou na educação e na saúde.

LIVE COM GLEISI – A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, confirmou, ontem, sua presença na live deste blog na próxima segunda-feira. Ao invés das 19 horas, horário tradicional, será às 20 horas pelo Instagram. Na pauta, as eleições municipais com ênfase para as candidaturas petistas com mais chances de vitória, entre elas Recife, onde a deputada Marília Arraes lidera com 19,5%, segundo a última pesquisa do Instituto Opinião em parceria com este blog. 

Perguntar não ofende: Por que o presidente barrou a presença de Paulo Câmara ontem em São José do Egito?

Fonte : Blog do Magno Martins.