.

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Datafolha desmoraliza Ibope

 


O que está acontecendo com o Ibope? Por que tantos e repetidos erros sem fim nessa eleição para prefeito do Recife? Isso merece, inclusive, uma investigação pela Polícia Federal. Os resultados do Ibope são propagados pela Rede Globo, com imenso impacto psicossocial. Induz para os dois lados: anima a militância de uma parte e abate a da outra.

Não pode ficar assim, sem explicação. A verdade é que o DataFolha vem confirmar os resultados do Ipespe e mostram que Marília Arraes está na frente, apesar de todas as violências e bombardeios físicos e eletrônicos por parte do grupo que domina e manipula Pernambuco já há quase 14 anos e o Recife há 8 anos.

Isso tem que acabar! São manobras escabrosas demais: colocar o Ministério Público Estadual e a própria Justiça para atacar a candidata na liderança, usar as máquinas públicas das maneiras as mais despudoradas e criminosas, além de outros acontecimentos sem fim. O que se espera, entre hoje e amanhã, é que Marília reaja e não repita o que a Marina Silva permitiu Dilma fazer em 2014: ataques incessantes que impediram a vitória da líder ecologista.

O sentimento das ruas é de mudança, há um incômodo gigante pelos desastres administrativos de Geraldo Júlio e de Paulo Câmara, patrocinadores do candidato mirim. Muitas vozes dissonantes chegaram aos ouvidos de Marília e sua equipe, sobre a forma como a campanha está sendo conduzida, mas ela se recusou a cair no jogo do adversário.

A militância, entretanto, apareceu nas ruas para avermelhar a cidade em contraste ao amarelo do PSB. A campanha curta, baixa e agressiva de segundo turno chega ao seu final prometendo muita ação na contagem dos votos no próximo domingo.

O grande debate – Diante de eleição tão disputada, conforme atesta o Datafolha, o debate de hoje na TV-Globo, mediado por Márcio Bonfim, pode ter influência entre os poucos eleitores ainda indecisos. Poderia ser maior se a emissora global não engessasse tanto o confronto. Serão três blocos, o primeiro e o terceiro com temas livres e o segundo por temas determinados por sorteio. Começa logo após a novela Força do Querer, por volta das 22h30m, bem tarde para quem trabalha amanhã, mesmo sendo sábado.

A frente – Se as urnas confirmarem no domingo os números do Datafolha de ontem, com Marília quatro pontos à frente, a diferença para a petista sobre João Campos, do PSB, ficará em, aproximadamente, 30 mil votos. Até lá, entretanto, o cenário tende a sofrer alterações a depender do humor e da onda eleitoral. O fato é que existe uma tendência de vitória para Marília, manifestando o sentimento de mudança que se observa nas ruas e nos mais diversos segmentos da população recifense.

Protesto – Marília resiste em ir para a guerra da baixaria com João, mas sua militância já começou, ontem, a mudar o tom da campanha por conta própria, difundindo vídeos com ataques mortais ao PSB, com foco em cima do escândalo da compra de respiradores para porcos pela Prefeitura do Recife. Também ontem um grupo fechou o trânsito nas imediações da sede do Palácio do Capibaribe, no Cais do Apolo, exibindo homens, mulheres e crianças com máscaras de porcos.

Carrasco do PSB  Reeleito em Araripina, a capital do gesso e do Araripe, a 680 km do Recife, o prefeito Raimundo Pimentel (PSL) derrotou pela segunda vez o grupo do ex-prefeito Alexandre Arraes e por isso ganhou o apelido de “carrasco” do PSB. Em entrevista, ontem, ao Frente, Pimentel disse que Araripina fez a opção pela continuidade de uma gestão que prima pelo ajuste fiscal, que paga os servidores em dia e que tem alcançado avanços na educação, na saúde e na área social. “Araripina deu um sim ao seu futuro e um não ao atraso”, assinalou.

CURTAS

LAPA – Ex-deputado estadual, ex-líder do Governo Arraes na Assembleia Legislativa, Carlos Lapa, que ontem deu entrada com sintomas de Covid-19 no Hospital Português, fez de lá uma carta à candidata do PT à Prefeitura do Recife, Marília Arraes, manifestando solidariedade e acusando diretamente a viúva Renata Campos como principal responsável por todos os ataques que Marília passou a sofrer, tão logo apareceu liderando as pesquisas, na propaganda eleitoral no rádio e na TV.

DECIDIDOS – É de 87% o índice de eleitores totalmente decididos sobre seu voto para prefeito no Recife, mesmo patamar para aqueles que declaram voto na candidata do PT (88%) e no deputado do PSB (87%), segundo o Datafolha. No eleitorado que ainda pode votar em branco ou nulo, 88% estão convictos dessa opção, e 12% ainda podem mudar de ideia. Entre os que ainda podem mudar seu voto até o dia da eleição, metade (49%) migraria para voto branco ou nulo, e os demais se dividiram entre Campos (28%) e Marília (15%), com 7% de indecisos.

Perguntar não ofende: Do jeito que vai o nível de agressão e a tensão nas ruas, será preciso tropas federais para as eleições no Recife?

FONTE: blog do Magno Martins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo Seu Comentário. Logo Estaremos o Postando.