.

sábado, 20 de fevereiro de 2021

Miguel Coelho e Gilson Machado ventilados na visita presidencial

 


A visita do presidente Jair Bolsonaro a Sertânia rendeu uma série de especulações com vistas a 2022. Em especial sobre a composição da chapa majoritária do palanque Bolsonarista em Pernambuco. Estiveram na companhia do presidente da República o senador Fernando Bezerra Coelho, o ministro do Turismo Gilson Machado Neto e o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que fez questão de estar presente na visita presidencial.


A ida de Miguel foi interpretada no meio político, em especial entre os apoiadores do governo federal em Pernambuco, como uma sinalização de que o emedebista intensificará seu nome para consolidar-se como a única opção do presidente na disputa pelo Palácio do Campo das Princesas em 2022. Para isso, há quem aposte que estaria sendo gestada uma chapa que tenha Miguel Coelho candidato a governador com Gilson Machado Neto em outro cargo, que poderia ser o Senado ou a vice-governadoria.


A aliança entre o senador Fernando Bezerra e o ministro Gilson Machado Neto praticamente inviabilizaria a construção de outro nome no campo da oposição em Pernambuco e poderia, na avaliação de um aliado do presidente em reserva, por osmose, garantir que outros postulantes arquivem o projeto de ser governador em 2022.


400 recursos – Após o peticionamento e julgamento de mais de 400 recursos ao longo de dois anos de tramitação, o processo que trata da condenação do ex-presidente Lula (PT) pelo tríplex no Guarujá foi encerrado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta quinta (18). O caso agora vai para o Supremo Tribunal Federal (STF) julgar outro recurso. “Pode-se dizer o que se quiser dos julgamentos do ex-presidente Lula, mas não que ele não teve suficiente exercício do direito a ampla defesa. 400 recursos em um processo criminal é demasiado em qualquer país”, registrou o procurador regional eleitoral de Pernambuco, Wellington Saraiva.


Redes – Os perfis do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foram bloqueados no Facebook, no Instagram e no Twitter nesta sexta (19). A ordem partiu do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).


Cachimbo – O secretário de Desenvolvimento Agrário Claudiano Filho conseguiu a proeza de juntar Kaio Maniçoba, Rodrigo Novaes e Fabrizio Ferraz num mesmo evento. Adversários figadais em Floresta, Kaio, Rodrigo e Fabrizio fumaram o cachimbo da paz.


Críticas – A ausência de máscaras por parte dos integrantes da comitiva do presidente Jair Bolsonaro durante a visita a Sertânia foi bastante criticada pela população nas redes sociais. Muitos cobravam o exemplo do presidente e seus aliados num momento em que o Brasil atingiu 10 milhões de casos e está próximo de 250 mil mortes por conta da pandemia.


Inocente quer saber – Como ficaria a situação de Anderson Ferreira se Miguel Coelho e Gilson Machado avançarem para a majoritária de Bolsonaro em Pernambuco?


Fonte : Blog do Edmar Lyra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo Seu Comentário. Logo Estaremos o Postando.