.

quinta-feira, 25 de março de 2021

Disputa pela UVP pega fogo nos bastidores

 


A pandemia e a luta contra o coronavírus tiraram os holofotes de uma disputa que já pegou fogo nos bastidores. Trata-se da eleição do novo presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP). A concorrência segue acirrada, sobretudo, entre os dois principais candidatos: Zé Raimundo (Serra Talhada), postulante da oposição, e Léo do Ar (Gravatá), que tem o apoio do atual presidente, Josinaldo Barbosa. O pleito está marcado para o dia 12 de abril. Mas, com o recrudescimento da quarentena, ele deve ser adiado.


Com o apoio declarado de mais vereadores Pernambuco adentro, Zé Raimundo elaborou inúmeras propostas para o caso de êxito. O mais polêmico é o ponto que estabelece o fim da reeleição para a entidade. “Para que haja alternados e renovação”, pontuou o parlamentar. A lista segue com a implantação de um portal da transparência; foco em políticas de gênero com a alocação de recursos e fortalecimento das coordenadorias. Por fim, ele quer dotar a UVP de assessorias contábil e jurídica, entre outras.


Já Léo do Ar quer promover a “Marcha dos Vereadores de Pernambuco”, que seria realizada pelo menos uma vez ao ano, não necessitando os parlamentares pernambucanos se deslocarem para Brasília (DF) e participar de eventos. Também propõe o fortalecimento de parcerias constantes com a Escola de Contas do TCE, Alepe e a CGU. Léo do AR entende que os presidentes das câmaras e demais vereadores precisam se atentar às normas de transparência e zelo com o dinheiro público.


Os dois não disputam sozinhos. Há ainda a candidatura de Welber Santana, de Carnaubeira da Penha, que muitos não acreditam na viabilidade. Sendo assim, a disputa ficará mesmo entre Zé Raimundo e Léo do Ar. Até lá, os dois seguem percorrendo municípios em busca de novos apoios. Que vença o melhor!


LEITOS – Em Garanhuns, a gestão Sivaldo Albino vai reforçar a rede pública de assistência à saúde do município com mais dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), destinados exclusivamente aos pacientes com a Covid-19. As novas vagas já haviam sido anunciadas anteriormente pelo prefeito e pela secretária de Saúde, Catarina Tenório. A abertura vem em um dos momentos mais críticos da pandemia em Pernambuco, com aceleração do contágio pela Covid-19 e alta nos indicadores de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Os leitos estão instalados na Unidade de Tratamento Covid-19 (UTC), localizada no bairro Francisco Figueira (Cohab II).


PACTO GLOBAL – Prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado participou de encontro realizado pelo Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia. A reunião aconteceu de forma virtual e reuniu gestores de diversos países da América Latina, tendo Serra Talhada, em Pernambuco, e Brasileia, no Acre, como representantes das demais cidades brasileiras. Na ocasião, Márcia foi uma das palestrantes acerca do Pacto Global pelo Clima e Energia, representando os prefeitos das regiões Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Conrado destacou a adesão do município nos pactos e alianças em defesa do clima e as ações que vêm sendo implantadas pela gestão em prol da sustentabilidade.


SEM PARTIDO – Já o polêmico prefeito de Carpina, Manoel Botafogo, rompeu com seu partido, o PDT, e anunciou sua desfiliação. Botafogo alegou descontentamento com o presidente estadual da sigla, o deputado federal Wolney Queiroz. De acordo com o prefeito, Wolney não vinha atendendo suas ligações. Segundo o mandatário, Carpina era a maior cidade administrada por alguém da legenda. Botafogo adiantou também que não se filiará em nenhuma outra legenda já que não tem mais direito à reeleição.


VACINAÇÃO – Dois projetos de autoria do deputado estadual Aluísio Lessa entrarão em pauta na Alepe. As matérias versam sobre a inclusão de grupos de profissionais que possuem importância no combate ao COVID-19 e estarem em atividades com maior risco de contaminação pelo coronavírus. São eles os militares, civis, federais, rodoviários, bombeiros, peritos criminais e guardas civis. O outro grupo é formado por caminhoneiros, trabalhadores em portos, empregados de companhias aéreas, funcionários de empresas de trens e ferrovias, principalmente os motoristas e cobradores de ônibus.


O povo quer saber: o que Wolney Queiroz achou de Botafogo ter saído atirando no PDT?


Por Fernanda Maria Negromonte, Cientista Política com ênfase em Relações Internacionais pela UFPE, membro da Equipe FalaPE.


Fonte : FalaPE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo Seu Comentário. Logo Estaremos o Postando.