.

segunda-feira, 1 de março de 2021

Novo embate entre presidente e os governadores

 


Com o agravamento da crise sanitárias e a volta das medidas restritivas adotadas pelos Estados, o embate entre o Palácio do Planalto e os Executivos estaduais voltou aos holofotes. Ontem, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), postou, em sua conta no Twitter, os repasses do Governo Federal, em 2020, a seis estados que endureceram regras para combater a pandemia da Covid-19. De acordo com o chefe do Executivo, os dados estão disponíveis no Portal da Transparência, Localiza SUS e Senado Federal.


A movimentação de Bolsonaro acontece após o presidente da Câmara dos Deputados, deputado Arthur Lira (PP-AL), convidar os governadores para uma teleconferência, nesta semana, para debater sobre a crise econômica por causa da crise sanitária.


“Repasses do Governo Federal para cada estado só em 2020. Valores diretos: saúde e outros; valores indiretos: suspensão e renegociação de dívidas: Acre: R$6,8 bilhões, auxílio: R$1,38 bilhão; Alagoas: R$18,09 bilhões, auxílio: R$5,46 bilhões”, escreveu, destacando que os dados são até de 15 de janeiro de 2021. “Santa Catarina: R$21,6 bilhões, auxílio: R$7,22 bilhões; São Paulo: R$135 bilhões; auxílio: R$ 55,19 bilhões; Sergipe: R$12,9 bilhões, auxílio: R$3,85 bilhões; Tocantins: R$10,5 bilhões, auxílio: R$2,28 bilhões”, comprou.


As declarações do presidente da República provocaram nova reação dos gestores estaduais. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), reagiu às publicações de Bolsonaro e afirmou que o presidente insiste em agredir a verdade para tentar atingir os governadores. Segundo ele, a soma dos valores apresentados por Bolsonaro junta repasses obrigaçtórios e voluntários para os Estado. “Ele está postando contas malucas sobre recursos enviados aos estados, misturando com municípios, recursos de FPE, FPM, auxílio emergencial etc. Em suma, é um irresponsável”, disse. Dino assegura que vai entrar na Justiça pela “fake news”. 


“A mentira federal sobre repasse de recursos ao Estado do Maranhão é tão absurda que o valor “informado” (R$ 36 bilhões) equivale quase ao dobro do orçamento do Estado em 2020. Vamos ter que, mais uma vez, entrar na Justiça por essa vergonhosa fake news”, garantiu o governador do Maranhão.


Fonte : Blog da Folha de PE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo Seu Comentário. Logo Estaremos o Postando.