.

quarta-feira, 10 de março de 2021

Oposição será obrigada a buscar entendimento imediato

 


A decisão do ministro Fachin sobre a anulação dos processos do ex-presidente Lula, tornando-o, por enquanto, elegível na disputa presidencial do próximo ano trouxe um desdobramento natural na disputa em Pernambuco para governador e para senador em 2022.


Na eleição para governador em 2018, mesmo Jair Bolsonaro vencendo no âmbito nacional, a centro-direita representada naquele pleito pela candidatura de Armando Monteiro ficou com pouco menos de 36% dos votos válidos, enquanto a centro-esquerda com Paulo Câmara, Dani Portela, Julio Lossio e Mauricio Rands, somados, ficou com quase 64%.


Os números apontam que um projeto de centro-esquerda, ao menos em Pernambuco, é muito mais competitivo do que de centro-direita, e por isso a fragmentação da oposição bolsonarista poderá beneficiar uma vitória de nomes de esquerda já no primeiro turno, tal como ocorreu em 2018.


Portanto, com a consolidação de Lula no plano nacional, e o PT tendo candidatura própria ou aliando-se ao PSB no estado, deverá trazer dificuldades para a construção de um projeto com linhagem bolsonarista no estado, sobretudo se houver fragmentação.


Então para ter alguma chance de vencer a disputa em 2022, a oposição terá que decidir o quanto antes o seu candidato a governador, e apresentar um competitivo postulante a senador, sob pena de ser novamente prejudicada pela incerteza do seu palanque no próximo ano. Caberá, evidentemente, a Anderson Ferreira, Miguel Coelho e Raquel Lyra chegarem a um denominador comum, pois não há espaço para que os três mantenham sua postulação ao governo de Pernambuco.


Mulher – Em entrevista comemorativa do Dia da Mulher ao site do Tribunal de Contas da União (TCU), a presidente Ana Arraes revelou detalhes da sua trajetória de vida. Aos 17 anos, estava ajudando os irmãos com deveres da escola, quando soldados com metralhadoras invadiram sua casa. Tiraram o que havia nos armários, quando viram duas caixas de uísque e disseram que iam levar. “Não vão levar não”, retrucou, indignada. “Se uísque escocês é comunista, não tem problema: vai para o ralo”. E quebrou as garrafas no banheiro, jogando fora o conteúdo. A entrevista está no site oficial do TCU. Atualmente, Ana é a única mulher a ocupar a presidência de um dos órgãos de cúpula da República.


Arcoverde – Com 15 dias na administração, o prefeito em exercício Siqueirinha (PSB) – que substituiu Wellington da LW, afastado pela Justiça – mostra serviço e agrada a população. Fez ajustes na gestão, com a troca de alguns secretários; incluiu a cidade no Consórcio para compra de vacinas contra a Covid-19; mantém os serviços essenciais operando firmes; e até lançou ações próprias – como a recuperação de estradas rurais e o anúncio da “Casa da Mulher Arcoverdense”, na Semana da Mulher. A tendência de Siqueirinha é se consolidar entre as forças políticas de Arcoverde.


Diálogo – Apesar de estarem em campos opostos desde as eleições do ano passado, o prefeito Keko do Armazém (PL) e a deputada estadual Fabíola Cabral (PP) estiveram reunidos para anunciar o empenho de mais de R$ 1 milhão de emendas da deputada para o Cabo de Santo Agostinho.


Inocente quer saber – Há possibilidade de reaproximação entre PT e PSB em Pernambuco?


Fonte : Blog do Edmar Lyra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo Seu Comentário. Logo Estaremos o Postando.