.

quinta-feira, 8 de abril de 2021

Marília Arraes fica sem clima dentro do PT

 


Nos últimos meses, após conquistar a condição de candidata a prefeita do Recife e ser derrotada no segundo turno, a deputada federal Marília Arraes vive um momento conturbado dentro do Partido dos Trabalhadores e a cada nova atitude da parlamentar, evidencia-se a falta de sintonia da deputada com o seu partido.


Pivô da saída do PT do governo de Pernambuco, onde comandava a importante secretaria de Desenvolvimento Agrário, Marília Arraes contrariou seu partido na disputa da mesa diretora da Câmara dos Deputados, quando bateu chapa com o escolhido e venceu a eleição graças ao apoio velado do bolsonarista Arthur Lira, que também foi eleito presidente da Câmara dos Deputados. O episódio deixou Marília cada vez mais distante do ex-presidente Lula que não gostou nem um pouco da sua “rebeldia”.


Esta semana, Marília protagonizou mais um capítulo da sua falta de sintonia partidária, quando decidiu se abster da discussão sobre a compra de vacinas por instituições privadas, indo frontalmente contra o PT, para piorar gravou um vídeo que não disse muita coisa, mas deu argumentos de que poderia ter apoiado a compra de vacinas pela iniciativa privada, com a repercussão negativa entre o eleitorado petista e de esquerda, apagou a postagem de suas redes sociais. A atitude de Marília, mais uma vez vai de encontro com o que prega o PT, que sempre teve como uma das principais bandeiras a defesa do SUS.


Ao que parece, a parlamentar cava sua saída do Partido dos Trabalhadores, como se não houvesse mais clima para continuar na sigla. E a sensação que pessoas da própria cúpula do partido têm é de que ela não tem o menor respeito nem a menor consideração pelo partido que lhe abrigou e possibilitou sua reeleição como vereadora, uma expressiva chegada à Câmara dos Deputados e uma candidatura majoritária.


SAÚDE NO POLO – O deputado estadual Diogo Moraes participou de uma reunião com doutor Humberto Antunes, secretário executivo de Gestão Estratégica da Secretaria de Saúde de Pernambuco, acompanhado do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Fábio Aragão. Em pauta, solicitações para criação de convênios para ampliar o atendimento em saúde para a população através da aquisição de medicamentos e insumos, além da contratação de leitos em hospital privado do município neste momento de pandemia.


Atuação – A deputada estadual Roberta Arraes (PP) tem dedicado seu mandato para garantir leitos para a região do Araripe. Foram 50 leitos de UTI e 90 de enfermaria obtidos com a articulação da parlamentar junto ao governo de Pernambuco. A atuação da parlamentar em defesa da saúde do estado tem ganhado destaque na região do Araripe.


Emendas – O deputado estadual Francismar Pontes (PSB) destinou R$ 2 milhões de duas emendas para a Saúde. O parlamentar, que é médico, sabe da necessidade de priorizar a área neste momento de pandemia, e com esses recursos, será possível melhorar a oferta de atendimento médico à população pernambucana.


Inocente quer saber – Miguel Coelho recebeu o aval de Raul Henry para ser candidato a governador pelo MDB?


Fonte : Blog do Edmar Lyra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo Seu Comentário. Logo Estaremos o Postando.